José Eduardo e Bruno de Carvalho contradizem-se sobre saída do treinador
Foto: Pedro Ferreira

José Eduardo e Bruno de Carvalho contradizem-se sobre saída do treinador

No mesmo dia em que José Eduardo, antigo jogador leonino e grande personalidade do Sporting, garantiu que Marco Silva está de saída do clube, o presidente Bruno de Carvalho deu uma entrevista à Sporting TV, quebrando o «blackout» e garantindo que o treinador estará no banco contra o Vitória SC.

vavel
VAVEL

A contra-informação marcou o dia de hoje no reino leonino: José Eduardo, notável referência do mundo sportinguista, afirmou de modo assertivo que Marco Silva está de saída do Sporting, enunciando o divórcio entre o clube de Alvalade e o técnico de 37, acusado pelo antigo jogador leonino de ter «uma agenda própria» e «interesses que não são os do Sporting». Já Bruno de Carvalho, que detém boas relações com José Eduardo e vê neste um aliado, negou que o treinador esteja de saída.

«Ler que Marco Silva saiu é descabido. Ele vai estar no banco em Guimarães», declarou o presidente do Sporting numa entrevista à Sporting TV, esta tarde, contrariando as palavras de José Eduardo, que teceu duras críticas ao treinador Marco Silva. «Acreditámos que era um projecto ideal para um treinador jovem, mas logo à partida deixou de ter essa condição. Pensei ingenuamente que era o homem ideal para o projecto mas não é», começou por desvendar, em declarações à RTP Informação.

«Marco Silva tem uma agenda própria, tem interesses próprios que não são os do Sporting. São os interesses de outras entidades, eventualmente do seu empresário. Tenho imensa pena de dizer isto porque quis defendê-lo até ao último momento, mas a verdade é que a vida continua. O Sporting vai ultrapassar esta crise e o Marco Silva é que põe o futuro dele em causa, porque se liga a interesses de gente que pretende destruir o Sporting. Estamos na presença de uma situação que não é tao simples quanto parecia», declarou José Eduardo, certificando a separação e dizendo que esta já deveria ter acontecido antes.

«Devia ter sido antes, o Bruno de Carvalho até foi demasiado tolerante face aos dados que tenho. Estou a dizer isto de plena consciência. O Marco Silva não está interessado em ficar no Sporting porque o projecto não é um projecto dele. Lamento que tenhamos sido enganados. Chegámos ao fim da linha, não há condição nenhuma para continuar. Não tem a equipa com ele. Essa é uma falácia, a equipa está dividida, há problemas muito graves. O projecto da academia nunca foi agarrado pelo treinador», rematou, sublinhando que a equipa se encontra dividida.

De referir que José Eduardo é um forte defensor da liderança de Bruno de Carvalho, tendo apoiado o actual presidente na sua investida rumo à presidência do clube de Alvalade, sabendo-se ser da confiança do líder sportinguista, com o qual mantém contacto de modo regular. As suas declarções, assertivas e contundentes, não se limitaram, aos microfones da RTP, a declarar a saída de Marco Silva, rompendo até a esfera da idoneidade do ainda treinador do Sporting e considerando-o inapto para o lugar de treinador dos Leões.

As declarações de Bruno de Carvalho, vindas em sentido contrário, poderão, no entanto, não espelhar a permanência do treinador. O presidente esteve longe de garantir a continuidade de Marco Silva, afirmando apenas que Marco Silva estará no banco contra o Vitória de Guimarães. Novos capítulos são aguardados.

VAVEL Logo
CHAT