Quaresma atingiu meta dos 200 jogos pelo FC Porto
Foto: Catarina Morais

Jogou contra os vilacondenses do Rio Ave no dia 30 de Dezembro e, assim, atingiu os 200 jogos pelo FC Porto ainda antes do ano terminar. O extremo portista Ricardo Quaresma atingiu, num jogo da Taça da Liga, a marca dos 200 jogos ao serviço do clube do Dragão, sendo agora o quadragésimo sétimo jogador da História do clube com mais jogos de Dragão ao peito.

Quaresma, que brilhou intensamente na sua primeira passagem pelo Porto, entre 2004/2005 e 2007/2008, época em que saiu do Dragão para se aventurar no Inter de José Mourinho. Nessas quatro épocas, Quaresma foi peça-chave de um FC Porto ganhador que apenas perdeu o campeonato de 2004/2005, precisamente na época inicial do extremo português no reino portista.

Esteve às ordens do espanhol Victor Fernández em 2004/2005, acabando a temporada sob o comando de José Couceiro, numa época perdida para o Benfica do pragmático Trapattoni - como consoldação, o Porto conquistou a Taça Intercontinental, diante do Once Caldas. Nas 3 épocas seguintes, o sucesso bateu de novo à porta do Porto: três campeonatos conquistados impuseram um domínio portista do qual Quaresma fez parte.

Conhecido pelas fintas imprevisíveis, condução de bola refinada e trivelas tão venenosas quanto suculentas, Quaresma foi baluarte portista até à data da sua saída, beneficiando muito da inteligência táctica e experiência de Jesualdo Ferreira, que potenciou as características furtivas do extremo, hoje com 31 anos de idade e nem sempre titular nesta sua segunda passagem pelo Porto de Julen Lopetegui.

A marca dos 200 jogos acaba por traduzir a forte ligação do jogador, formado no Sporting, ao clube do Porto: o extremo comemorou duas centenas de partidas com o Dragão ao peito, único clube no qual foi capaz de atingir um nível extremamente elevado em termos competitivos e de constância de rendimento.

VAVEL Logo