Alberto Contador deixa antever fim próximo da carreira

Numa entrevista dada ao jornal desportivo francês «L'Equipe», Alberto Contador, vencedor da última edição da Vuelta, abordou vários temas e falou sobre a eventualidade de abandonar o pelotão internacional e, por consequência, o ciclismo.

O ciclista espanhol de 32 anos, chefe-de-fila da Tinkoff-Saxo, elegeu Chris Froome como maior rival na luta pelo Tour de France, apesar de muitas vozes do ciclismo afimarem que a morfologia das etapas não favorece o corredor britânico da Sky. «Ele é sobretudo um trepador. É capaz de vencer as mais difíceis etapas de montanha», opinou o pistoleiro.

Deixando claro que os seus grandes objectivos para 2015 são o Giro e o Tour, Contador abriu a porta da retirada, deixando antever que existem sérias possibilidades de considerar o abandono no final da temporada: «Sou realista, fiz 32 anos e nunca me senti tão bem na minha carreira como agora, e ainda estou motivado. Por outro lado, quando decidir parar, quero que as pessoas se lembrem que o fiz no meu melhor nível», revelou.

«Isto significa que não me vejo a permanecer no pelotão por muito mais tempo», declarou Contador, abrindo azo à especulação sobre a sua continuidade na modalidade para lá de 2015. O espanhol deixou no entanto uma certeza: «Não me vejo enquanto ciclista profissional por mais de 3 novas temporadas».

VAVEL Logo