1-0, MIN.29, NANI (G.P) ; 1-1, MIN.38, DEL VALLE ; 2-1, MIN.59, MONTERO ; 3-1, MIN.66, JOÃO MÁRIO ; 3-2, MIN.68, HASSAN ; 4-2, MIN.89, TANAKA
Sporting x Rio Ave: Um leão de olhos em bico

Sporting x Rio Ave: Um leão de olhos em bico

Custou, mas foi. O Sporting recebeu e venceu o Rio Ave em Alvalade. Apesar da oitava vitória consecutiva em todas as competições, a quarta para o campeonato, a equipa de Marco Silva viu a invencibilidade na defesa batida. 3 pontos garantidos, num jogo muito equilibrado, onde Tanaka voltou a ser o principal protagonista.

mariana-cordeiro-ferreira
Mariana Cordeiro Ferreira

Uma vitória, mais três pontos e mais um susto. O Sporting venceu esta noite o Rio Ave em Alvalade, mas para garantir a vitória, os leões tiveram de sofrer. A equipa de Marco Silva ainda esteve na frente, mas depois de um erro de Cédric, Del Valle não perdoou na cara de Patrício

Na segunda parte, a chuva de golos assustou e animou. O Rio Ave mostrou-se, esticou-se e esforçou-se, mas a verdade é que nem o golaço de Hassan à passagem dos 68 minutos conseguiu inverter o resultado. Se para um lado a sorte não sorriu, para o outro valeu Tanaka a fazer o golo no minuto final. É caso para dizer que quem tem um japonês, tem tudo. 

Para que lado pende a balança? 

Sem Maurício, sem Adrien e Rosell, Marco Silva viu-se obrigado a jogar com as únicas armas que tinha. A estreia de Tobias Figueiredo e o regresso de André Martins foram uma certeza. Já na frente de ataque foi a vez de Montero ocupar o antigo lugar que há muito não lhe pertencia. Se a qualidade faltasse, Tanaka estava no banco. 

Pedro Martins, estudou a lição e para lidar com Jefferson e Cédric, colocou Ukra e Del Valle. Os dois extremos vila-condenses sabiam o que tinham a fazer e desde muito cedo que começaram a soltar as garras. 

Ainda assim a primeira grande oportunidade pertenceu à equipa da casa. Logo aos 3 minutos a arrancada e o pontapé de Cédric, obrigaram Cássio à primeira grande defesa da noite. 

O tempo foi correndo e o Rio Ave foi assustando. Não fosse Paulo Oliveira a pender para ambos os lados da defesa e as coisas poderiam mesmo ter ficado muito feias. 

À chegada da meia-hora, o golo. Num lance de contra-ataque leonino, Fredy Montero viu a camisola puxada por Prince dentro da grande área, Nuno Almeida estava por perto e assinalou o castigo máximo. Grande penalidade a favor do Sporting, com muita contestação por parte do banco do Rio Ave. 

Os ânimos chegaram a estar exaltados, mas a verdadeira explosão chegou com a conversão da grande penalidade. Nani atirou sem medos e bateu o corajoso Cássio. 1-0 a favor da equipa da casa com muito equilibrio no que toca às oportunidades. 

Ainda antes do intervalo, o Rio Ave deu o ar da sua graça. Depois de um erro de Cédric, Ukra serviu Del Valle que, na cara de Rui Patrício, atirou forte para o fundo das redes. 

E não pára

Resultado justo ao intervalo, mas ainda assim um jogo muito apagado por parte das duas equipas. Chegou a segunda parte e Marco Silva viu-se obrigado a fazer entrar Mané para o lugar do lesionado Carrillo

O Rio Ave, que tanto trabalho deu à equipa leonina nos primeiros 45 minutos encolheu-se perante a grande pressão leonina. Primeiro foi João Mário, seguiram-se Nani, Montero e Paulo Oliveira. Os adeptos em Alvalade já gritavam golo quando Lionn, em cima da linha, negou o golo ao central leonino, mas «tantas vezes o cantâro vai à fonte que um dia lá deixa a asa». 

Aos 59 minutos, o cruzamento a régua e esquadro de Jefferson permitiu a Montero fazer o 2-1. As investidas acabavam assim por dar resultado, mas quem achou que isto ficou por aqui, acabou enganado. 

Seis minutos depois foi a vez de João Mário voar para o 3-1. Depois de um cruzamento perfeito de Nani, o médio verde e branco foi gigante e, nas costas da defesa vila-condense, acabou por fazer de cabeça o terceiro golo para os leões. Uma jogada bonita por parte da equipa de Marco Silva que foi iniciada o recém entrado Ryan Gauld

E se o Rio Ave estava a perder com dois golos de desvantagem, logo a seguir ela diminiu. Aos 68 minutos, Hassan aproveitou uma bola perdida e, de primeira, rematou para o fundo da baliza. Um golo brilhante por parte do avançado egípcio que, mesmo estando a perder, acabou por assustar os leões. 

O ritmo fernético não diminuiu e o Sporting chegou mesmo a ficar de olhos em bico por diversas vezes. Tarantini, Pedro Moreira e Del Valle obrigaram a equipa de Alvalade a encostar-se às redes, mas tudo não passou de um susto. 

Ainda antes do final da partida, Marco Silva fez a vontade aos sportinguistas e colocou Tanaka no lugar de Montero. O avançado japonês, apesar de ter jogado pouco mais de dez minutos, ainda teve tempo para o golo da noite. 

Aos 89 minutos e depois de um passe de William Carvalho, o nipónico tirou Tarantini do caminho e sem medos rematou para o 4-2 final. 

Grande noite de futebol em Alvalade a terminar com a vitória dos leões e com o regresso ao terceiro lugar da tabela clasificativa com 36 pontos. Já o Rio Ave de Pedro Martins ocupa agora o 7º lugar com 24 pontos. Ainda há uma segunda metade para mudar as coisas. 

VAVEL Logo
CHAT