Benfica: Cristante onde Jesus o quer

Benfica: Cristante onde Jesus o quer

Bryan Cristante encontra-se em processo de maturação futebolística, não tendo desiludido nas ocasiões que já teve para demonstrar a sua valia.

rafaelreis
Rafael Reis

Entre os vários jovens que vêm sendo trabalhados numa perspectiva de longo prazo mas dentro de uma estrutura vencedora que para lá vem cumprindo o seu principal objectivo que passa por liderar a Primeira Liga de forma a revalidar o título nacional encontra-se Bryan Cristante, um jogador que tem aproveitado não só o Campeonato como também as restantes provas para dar continuidade ao seu crescimento.

Tem sido acima de tudo na Taça da Liga, a única prova que resta aos encarnados para além da acima referida Liga, a prova na qual o jovem italiano mais tem aproveitado para garantir a Jorge Jesus que estará aqui mais um valor de qualidade inquestionável, com as recepções a Nacional e Arouca, mesmo em noites frias, horas tardias e de pouco público, a terem sido os picos altos do médio em termos exibicionais até ao momento.

Está aqui um elemento em claro processo de afirmação cujas etapas vêm sido cumpridas à risca em relação ao plano traçado por Jorge Jesus e que será um dos maiores prejudicados pelo precoce afastamento das águias na Taça de Portugal, uma prova na qual detinha todas as condições para também tentar a revalidação.

Cristante não tem desiludido nas oportunidades que tem tido para alinhar como titular

Isto porque perdeu mais algumas oportunidades para evoluir num cenário de menor pressão comparativamente com a Primeira Liga após ter sido titular ante o Sporting da Covilhã num encontro inesperadamente intenso tendo em conta que o rival provém da Segunda Liga, e no encontro que ditou a eliminação dos encarnados perante outro Sporting, desta feita o de Braga.

Como uma prova na qual não se admite errar sob pena de se perder a vantagem ou no pior cenário a liderança, a Primeira Liga não tem sido o cenário identificado para Cristante nesta fase da sua evolução. Ainda assim, o jovem italiano teve também na principal competição doméstica algumas oportunidades para mostrar o seu valor na posição para a qual está a ser preparado, a de médio defensivo, e esteve longe de desiludir.

Numa primeira época em idade sénior, num ambiente bem diferente daquele que conhecia, Cristante actuou em todas as competições possíveis pois logrou mesmo jogar na Liga dos Campeões, tendo mesmo sido titular por duas ocasiões, curiosamente ambas frente ao Bayer Leverkusen, o que demonstra indubitavelmente que os responsáveis encarnados contam com o jovem centrocampista e que será um jogador a ter em atenção num futuro próximo.

Poderá sem sombra de dúvida afiançar-se que Bryan Cristante está neste momento onde Jesus o quer, jogando com a regularidade que entende e sem pressões acrescidas - tudo para que se torne o 6 do Benfica do futuro acima de tudo porque futebolisticamente detém todas as condições requeridas para o lugar, começando pelo bom posicionamento e passando pela estampa física, terminando na cultura de passe, em especial no passe longo.

Italiano já teve a possibilidade de alinhar em parceria com quase todos os médios existentes no plantel

Esta será mesmo a qualidade que mais distingue o internacional sub-21 italiano que terá no Europeu disputado no final da época mais uma excelente ocasião para colocar em prática toda a evolução que tem tido nos últimos meses, assim como a meia distância que lhe valeu o golo apontado na última semana frente ao Arouca. Como tal, Jorge Jesus deverá continuar a estimular a sua utilização regrada que garantirá a sua presença já nesta quarta-feira frente ao Moreirense pela Taça da Liga.

Pode apostar-se se em Moreira de Cónegos o onze benfiquista não será mesmo Cristante e mais dez, figurando no meio-campo como médio mais recuado, posição na qual assumiu parceria com vários companheiros, faltando entre os jogadores pertencentes ao plantel benfiquista que evoluem nesse posto, retirando os lesionados Rúben Amorim e Ljubomir Fejsa, apenas fazer dupla com André Almeida.

Experimentando uma parelha entre Almeida, que tem sido opção para as laterais direita e esquerda, Cristante até poderia ver-lhe permitido jogar como 8, lugar com o qual se identificou na sua formação em Milão. Seja qual for a escolha de Jesus, qual seria o treinador que enjeitaria ter tantas e tão boas opções para dois lugares mesmo depois de ter visto sair uma peça nuclear como Enzo Perez?

VAVEL Logo
    CHAT