Odegaard apresentado no Real Madrid
Odegaard chega ao Real Madrid com apenas 16 anos (foto: realmadrid.com)

Odegaard apresentado no Real Madrid

Martin Odegaard foi apresentado esta quinta-feira como reforço do Real Madrid. O jovem norueguês, de apenas 16 anos, troca assim o Stromsgodset pelos actuais campeões europeus. Apesar da tenra idade, Odegaard irá alternar entre a primeira e segunda equipas dos madridistas. A transferência terá custado aos cofres merengues entre 2.2 e 3.3 milhões de euros.

Francisco_Ferreira
Francisco Ferreira Gomes

Está definitivamente desfeita a dúvida. Depois de ter meio-mundo à sua perna, Martin Odegaard escolheu o Real Madrid. Com apenas 16 anos, o prodígio noruguês já há muito que era seguido pelos principais clubes europeus, casos de Bayern de Munique, Liverpool ou Arsenal.

Na sua apresentação, o jovem norueguês mostrou-se radiante com este novo desafio, explicando o porquê da sua escolha. (fofo: ASF)

«Era a melhor opção para dar continuidade à minha carreira, tanto no plano desportivo como no pessoal. O clube tem as melhores condições. Barcelona? Aqui receberam-me bem e sinto-me em casa. É um sonho que se cumpre. Parece-me incrível e é uma honra estar no maior clube do Mundo.».

Apesar de, para já, Odegaard integrar a segunda equipa do Real Madrid, o norueguês desvaloriza esse facto, mas não esconde a vontade de jogar na equipa principal.

«O meu objetivo é ser o melhor jogador possível, não é importante estar na primeira ou na segunda equipa. Ficaria encantado se Ancelotti me chamasse para jogar. É uma vantagem o Real ter uma segunda equipa, treinada por alguém (Zidane) que foi um dos melhores jogadores do Mundo.» (foto: dailymail.co.uk)

Emílio Butrageño,  director de relações internacionais do Real Madrid, confirmou que Odegaard irá alternar entre a primeira e segunda equipas, podendo ser chamado para alinhar junto de Ronaldo e companhia, caso Ancelotti assim o entenda.

«Ele vai treinar-se com a primeira e com a segunda equipa. Em princípio, jogará pela Castilla (equipa B) e, se Ancelotti precisar, pode contar com ele. Depois vai fazer a pré-época com a equipa principal e a partir dai tomaremos decisões.».

Mas as contratações na família Odegaard não ficam por aqui. Juntamente com Martin, também o seu pai, Eirk Odegaard, assinou pelo Real, sendo integrado na estrutura técnica dos escalões de formação.

VAVEL Logo
    CHAT