Testes em Jerez - Dia 3: Felipe Nasr no topo
O estreante Felipe Nasr colocou o Sauber C34 no topo da tabela de tempos (foto: Autosport.com)

Testes em Jerez - Dia 3: Felipe Nasr no topo

Com novos protagonistas nos carros, a Sauber foi a grande novidade ao ficar no topo da tabela de tempos, superando o Ferrari de Kimi Räikkönen. A McLaren já rodou mais, enquanto que a Mercedes continua a acumular quilómetros.

Speeder76
Paulo Alexandre Teixeira

Com o céu encoberto ao longo do terceiro dia de testes na pista andaluza, a grande surpresa deste dia foi o Sauber de Felipe Nasr ficar no topo da tabela de tempos. Com o registo de 1.21,545 segundos, o estreante brasileiro rodou com pneus macios ao longo do tempo e acumulou quilometragem, fazendo 108 voltas ao todo.

A marca foi feita ao início da tarde, aproveitando o horário de maior calor, e parece que os motores Ferrari começam a ser mais fiáveis do que os Mercedes, dada a consistência que têm mostrado ao longo destes dias, não só na própria Ferrari como na Sauber.

Räikkönen a fazer faíscas voar no traçado de Jerez (Foto: Ferrari).

Kimi Räikkönen, que se estreou a andar com o novo carro, depois de dois dias com Sebastian Vettel, focou-se mais no trabalho de afinação do SF15-T, mas andou sempre entre os da frente, especialmente de manhã. Ao todo, o finlandês fez 92 voltas, e o seu melhor tempo foi 202 centrésimos menos veloz do que Nasr.

Rosberg acumula quilómetros, mesmo com problemas

Nico Rosberg esteve mais preocupado em acumular quilómetros com o seu carro. Hoje deu 151 voltas com o seu Mercedes W06, apsesar de no início da tarde ter ficado parado no meio da pista com o motor desligado. Contudo, pelo Twitter, o piloto alemão reconheceu que a consistência dos motores Ferrari começam a ser algo que merece ser observado.

Outra equipa com motor Mercedes é a Williams, que hoje colocou Felipe Massa no seu carro. O brasileiro esteve mais concentrado em acumular dados para ver o comportamento do chassis em pista e adaptar-se ao carro. No final do dia, deu 71 voltas ao traçado, com o melhor tempo 1.22,276 segundos, mais 731 centésimos do que Nasr.

Dias complicados na McLaren e Red Bull

Embora hoje tenha rodado mais do que nos dois dias anteriores, a McLaren continua a ter problemas nestes testes em Jerez. Acumulou 32 voltas ao todo, com Fernando Alonso ao volante, mas teve problemas com a pressão da água do arrefecimento. Apesar do problema ter sido detectado imediatamente, a sua substituição foi demorada e isso encurtou o seu dia de teste. «Tivemos que remover a unidade motriz para inspecção; é um processo longo. Podemos substituir as peças antes de rodar amanhã», referiu a equipa na sua conta oficial do Twitter.

Já a Red Bull teve complicações durante a manhã, melhorando à tarde, com Daniel Ricciardo ao volante. O australiano fez 48 voltas e um tempo 2,35 segundos mais lento do que Nasr. Um pouco melhor esteve a Toro Rosso, com Carlos Sainz Jr. com a missão de acumular quilómetros no teste, fazendo 137 voltas ao todo e marcando um tempo 1.6 segundos mais lento que o topo da tabela.

Lotus evolui com Maldonado

A Lotus está a fazer o seu segundo dia na pista de Jerez. Com Pastor Maldonado ao volante, com tempos consistentes, andando a menos de um segundo da concorência. Contudo, apesar de ter feito 96 voltas neste dia, o E23 ficou parado na pista algum tempo antes de terminar o dia, encerrando as actividades mais cedo do que o esperado.

VAVEL Logo
CHAT