Teste em Jerez - Dia 4: Kimi Räikkönen lidera com Ferrari
Ferrari a fazer o tempo mais rápido dos testes de Jerez foto:Scuderia Ferrari

Teste em Jerez - Dia 4: Kimi Räikkönen lidera com Ferrari

No último dia dos primeiros testes de Fórmula 1 no circuito de Jerez , o melhor tempo foi alcançado pelo finlandês Kimi Räikkönen no seu Ferrari SF15-T , confirmando assim a boa prestação dos motores italianos. A fechar o pódio de tempos ficaram um Sauber e o Mercedes do campeão do mundo Lewis Hamilton.

joao-pereira
João Pereira

Acabaram os primeiros testes de Fórmula 1 2015 com os motores Ferrari a alcançarem novamente o melhor tempo, embora desta feita através de Kimi Räikkönen com o tempo de 1:20:841, com os pneus macios montados no SF15-T. Este foi o tempo mais rápido alcançado durante estes testes. No segundo lugar da tabela de tempos ficou Marcus Ericsson, e a terminar o top-3 o campeão do mundo Lewis Hamilton, pela Mercedes.

Em termos de quilometragem, os três primeiros ficaram muito próximos. O bi-campeão inglês somou 117 voltas, seguido de perto pelo piloto sueco da Sauber, com 111, e Räikkönen, da Ferrari, com 105 voltas, o que mostra a fiabilidade dos dois fabricantes de motores.

Manhã atribulada para a Red Bull e novamente problemas para a McLaren-Honda

Durante o período matinal registaram-se novamente problemas para Daniel Kvyat, que não está a ter uma estreia fácil com o seu monolugar Red Bull. A equipa explicou via Twitter que suspeitava de problemas no ERS e que estava em cima da situação, para recolocar o mais rapidamente possível o russo em pista. Durante a tarde, o RB11 pilotado pelo russo pôde ainda efectuar 64 voltas ao traçado de Jerez.

Jenson Button, no seu McLaren-Honda, apenas efectuou 7 voltas, parando quando se preparava para sair da via das boxes. O inglês consegiu recuperar algum do tempo perdido, efectuando posteriormente num total de 35 voltas e alcançando um tempo claramente mais próximo dos seus rivais. Em todo o caso, persistem as dificuldades no seio da nova parceria do grid.

Lotus considera ter progredido bastante

O director técnico da Lotus, Nick Chester, diz que a sua equipa progediu bastante nestes últimos dias e que o desenvolvimento do monlugar está na direção certa, com a unidade motriz Mercedes contribuindo para o resultado. «Embora tenha sido um final antecipado do nosso último dia em Jerez, efectuámos um progresso fantástico nos últimos dias. Rodámos pela primeira vez na segunda-feira, e depois completámos um conjunto muito útil de voltas ao longo dos ensaios.» Apesar deste optimismo, Chester não escondeu os problemas sofridos com o motor no final da sessão, dizendo «A unidade motriz irá agora regressar a Brixworth para uma investigação completa. Temos uma semana preenchida pela frente em Enstone, para efectuar mais progressos com o E23».

Tempos finais do último dia de testes:

1 Räikkönen Ferrari 1:20:841 105 voltas
2 Ericsson Sauber 1:22:019 111 voltas
3 Hamilton Mercedes 1:22:172 117 voltas 
4 Verstappen Toro Rosso 1:22:553 97 voltas
5 Massa Williams 1:23:116 73 voltas
6 Grosjean Lotus 1:23:802 53 voltas
7 Kvyat Red Bull 1:23:975 63 voltas
8 Button McLaren-Honda 1:27:660 35 voltas

Os próximos dias de testes vão realizar-se no circuito da Catalunha, em Barcelona, nos dias 19 a 22 de Fevereiro.

VAVEL Logo