Grupo de Estratégia rejeita motores V8 de duplo turbo
(Foto: s/d)

Grupo de Estratégia rejeita motores V8 de duplo turbo

A Ferrari viu a sua proposta para implementar motores V8 duplo turbo rejeitada, com Honda e Mercedes a ameaçarem abandonar F1 caso a mudança fosse aprovada.

hugopalmeida
Hugo Picado de Almeida

O Grupo de Estratégia da F1 rejeitou a utilização de motores V8 de duplo turbo para 2017, como propusera a Ferrari.

Honda e Mercedes ameaçaram abandonar F1

Após a proposta dos italianos, a Honda e a Mercedes ameaçaram abandonar a F1, caso os planos de Maranello fossem aprovados, refere a Auto Motor und Sport.

Apesar desta rejeição, parecem continuar em cima da mesa planos para levar os monolugares da categoria aos 1000 cavalos de potência, eventualmente através de alterações à arquitectura dos actuais V6 ou de mudanças na regulação do fluxo de combustível que alimenta as unidades motrizes.

Na reunião de quinta-feira foram também rejeitadas propostas da Red Bull e da McLaren que propunham alterações agressivas e significativas à forma dos actuais monolugares. De acordo com o correspondente Michael Schmidt, “receios de um incremento de custos, a maioria das equipas não quer dar este passo até 2017”.
 

VAVEL Logo
CHAT