Sporting: Fim da luta pelo título?
Foto via: RR Sapo.pt

Sporting: Fim da luta pelo título?

A treze jornadas do final do campeonato, o Sporting ocupa o terceiro lugar a cinco pontos do segundo classificado, Porto e a nove do líder Benfica, para além de ter apenas a quatro pontos atrás de si o Sporting Braga. A luta pelo título chegou ao fim para os leões?

RodolfoReis
Rodolfo Reis

Dois empates nas duas últimas jornadas deixaram de novo o Sporting mais longe do primeiro lugar. Dois derbys com sabor agridoce, primeiro com o Benfica onde a vitória escapou nos segundos finais e no passado fim-de-semana no Restelo com o Belenenses, onde os papéis se inverteram com Carlos Mané a salvar a equipa daquela que seria a segunda derrota no campeonato. Assim sendo o título parece ser de novo uma miragem, e com um clássico frente ao Porto daqui por duas jornadas poderá em caso de derrota, afastar o Sporting também da luta pelo segundo lugar.

É certo que ainda restam treze rondas para o fim, mas a equipa de Marco Silva precisava de não perder mais pontos e esperar uma verdadeira derrocada quer de àguias e dragões para ambicionar a subida ao topo da classificação. A formação verde e branca até é quem tem menos derrotas na Liga, só perdeu em Guimarães com o Vitória, no entanto os empates (oito até ao momento) têm sido o grande «calcanhar de Aquiles» para os verde e brancos ainda para mais se virmos que cinco deles aconteceram em Alvalade. De resto só a Académica empata mais que o Sporting no campeonato, registando doze igualdades até agora.

Só a Académica empata mais que os leões (Foto: egosciente.wordpress.com)

Ao olharmos para o que falta jogar do campeonato vimos que o Sporting vai jogar seis vezes em casa e sete fora de portas. O calendário está longe de ser um «passeio» para a equipa leonina. Se é verdade que recebe Sporting Braga e Vitória Guimarães adversários complicados e que estão logo abaixo de si na tabela, as deslocações ao Porto, Marítimo e aos redutos sempre atribulados de Paços Ferreira e Rio Ave, embora este último já na derradeira ronda não deixam antever facilidades.

Até porque no meio de tudo isto surge ainda a Taça de Portugal e a Liga Europa. E se olharmos para o plantel leonino vemos que as opções são poucas para uma rotação dos jogadores, que permita a Marco Silva dar mais prioridade ao campeonato numa luta pelo título. O Sporting pode assim dar maior atenção as estas duas competições, principalmente à europeia até porque o Wolfsburgo próximo adversário na prova será um «osso bem duro de roer» vai exigir que os leões estejam ao seu melhor nível, se quiserem seguir em frente.

Liga Europa pode ser forte aposta (Foto: desporto.sapo.pt)

Já na Taça de Portugal o caminho parece mais facilitado com uma meia-final a duas mãos com o Nacional e o primeiro jogo a ser disputado na Madeira, o Sporting tem todas as possibilidades de atingir a final do Jamor. As partidas vão ser jogadas com um mês de intervalo entre Março e Abril, o que permite a equipa continuar focada nos encontros do campeonato, até porque o último lugar do pódio dá acesso à pré-eliminatória da Liga dos Campeões, competição onde os leões querem voltar.

Título de 2002 com mais derrotas e empates

Se recuarmos até à temporada 2001-2002, quando o Sporting conquistou o último campeonato vimos que a treze jornadas do fim os leões estavam no primeiro lugar e somavam já três derrotas e quatro empates. A grande diferença para este ano está nos rivais, se Benfica e Porto somam actualmente mais nove e cinco pontos, respectivamente que a equipa de Alvalade, nessa época o Boavista era segundo apenas a um ponto do Sporting, com os portistas e encarnados a dividirem o terceiro posto a sete pontos da liderança leonina.

No final das trinta e quatro jornadas o Sporting era campeão com 75 pontos, fruto de vinte e duas vitórias, nove empates e três derrotas. O Boavista continuaria segundo a cinco pontos, o Porto ocupou o último lugar do pódio a sete pontos com o Benfica a ser quarto com menos doze pontos que os leões. Por isso comparando estatisticamente os dados somente do Sporting de 2002 para o de 2015, a treze jornadas do fim vimos que formação verde e branca tem menos duas derrotas, mas soma mais quatro empates. Em termos pontuais a diferença é de dois pontos com o actual Sporting a somar 44, enquanto o de 2002 tinha 46.

VAVEL Logo
CHAT