Testes em Barcelona - Dia 1: Maldonado, líder inesperado
Maldonado foi o mais rápido do dia.

Testes em Barcelona - Dia 1: Maldonado, líder inesperado

Recomeçaram as baterias de testes para as equipas da F1, com um dia cheio de imprevistos.

fabiocostamendes
Fábio Mendes

Barcelona recebe nos próximos dias a segunda ronda de testes de F1, onde as equipas começam a mostrar realmente as evoluções que fizeram nos carros e as melhorias alinhavadas depois dos primeiros testes, no início do mês, em Jerez de La Frontera.

De destacar a estreia da Force India nos testes de 2015. Depois de ter abdicado da primeira sessão em Jerez, a equipa apareceu em Barcelona com o carro de 2014, tal como previsto. A equipa achou por bem adiar a estreia do novo monolugar e trouxe o modelo antigo para testar novas soluções. 

Dia de azar para Hamilton que se sentiu mal logo de manhã.

Dia atribulado para Lotus, Mercedes e Red Bull

O dia começou mal para a Lotus, com Maldonado a ficar parado na pista com problemas no carro, algo que se repetiria mais tarde pela manhã. A Mercedes não teria, também, um arranque feliz, mas por diferentes motivos: ao início da manhã, Hamilton não se sentiu bem, estando febril e por isso desistindo do teste passadas apenas 11 voltas. Com Rosberg em descanso devido a uma inflamação no nervo do pescoço, a Mercedes teve de recorrer a Pascal Wehrlein, que pilotava o Force India, obrigando Sergio Perez a tomar conta do VJM08, algo que não estava previsto.

Igualmente pouco produtiva mostrava-se a manhã da Red Bull, que acumulava apenas 8 voltas às 11h. No entanto, assim que saiu para os primeiros testes de aerodinâmica, Ricciardo tratou de colocar o RB11 na 2ª posição na tabela de tempos.

McLaren uma vez mais traída pela unidade motriz

Quem parecia ter deixado para trás os problemas era a McLaren, com uma manhã produtiva, dadas as condicionantes. Mas cedo durante a tarde o carro foi obrigado a parar com um defeito na unidade de recuperação de energia cinética. Um defeito que obriga a repensar e refazer esse componente, o que impedirá a equipa de testar a 100% até sábado, segundo o que foi possível apurar em Barcelona.

Quem se destacava mais uma vez era Nasr e a Sauber. A equipa suíça voltava a figurar no primeiro lugar da tabela de tempos -- já em Jerez rodara sempre nos primeiros lugares -- e mais uma vez mostrava bons apontamentos em pista.

Sauber continua a mostrar bons apontamentos.

O início da tarde ficou marcado pelo tempo que Kimi Räikkönen marcou, assumindo a liderança da tabela de tempos pela Ferrari, algo que se manteve até a parte final do dia onde, surpreendentemente, Maldonado faria ainda melhor, assinando pela Lotus a melhor marca do dia.

Acidente entre Susie Wolff E Felipe Nasr interrompe sessão

Antes disso, destaque ainda para um acidente entre Susie Wolff (Williams) e Felipe Nasr (Sauber), que atirou ambos os pilotos para fora de pista e levaria à amostragem de bandeiras vermelhas. Um excelente trabalho por parte das equipas, reparando os carros de forma célere, permitiu a ambos os pilotos regressarem à pista pouco depois.

Destaque merece também a Toro Rosso, pela mão de Max Verstappen, que foi a equipa que mais voltas amealhou: 93 voltas, num teste à fiabilidade do seu monolugar. A equipa italiana foi seguida pela Williams e pela Mercedes, com 86 e 80 voltas, respectivamente. A Sauber continua a mostrar bons apontamentos, tal como a Ferrari. A Red Bull já mostrou um pouco mais de potencial, após os percalços que impediram a plena realização dos seus testes em Jerez. A McLaren, uma vez mais assolada por problemas relacionados com a sua nova unidade motriz Honda, começa da pior forma estes 4 dias de testes.

VAVEL Logo
CHAT