Testes em Barcelona - Dia 2: Ricciardo o mais veloz... mas por pouco
Daniel Ricciardo colocou pneus macios para fazer o melhor tempo do dia (foto: Xavier Bonilla)

Testes em Barcelona - Dia 2: Ricciardo o mais veloz... mas por pouco

Um centésimo de segundo separou o piloto da Red Bull de Kimi Räikkönen, segundo mais rápido, no final do segundo dia de testes da Fórmula 1 em Barcelona.

Speeder76
Paulo Alexandre Teixeira

O tempo marcado pelo piloto australiano da Red Bull, Daniel Ricciardo, foi marcado no final da manhã, quando aproveitou o período de maior calor para colocar um conjunto de pneus macios e estableceu um conjunto de voltas rápidas, a melhor das quais ficou em 1.24,574 segundos, mais 0,010 segundos do que Kimi Räikkönen, no seu Ferrari. Foi a primeira vez nestes testes que o carro de Milton Keynes subiu ao topo da tabela de tempos.

No final, Ricciardo fez uma simulação de corrida de 66 voltas, onde colocou uma mistura de pneus macios e duros, e andou a um nível constante. Ao todo, o australiano deu 140 voltas à pista catalã.

No terceiro posto da tabela de tempos ficou Felipe Massa, que fez 80 voltas de uma maneira discreta, para se ambientar a situações de corrida. No final da tarde, colocou uma mistura de pneus macios para fazer o seu melhor tempo, de 1.24,672, a menos de um centésimo de Ricciardo.

Mercedes regressa à normalidade, Force India acumula quilómetros 

Depois de um dia anormal, devido à indisposição de Nico Rosberg e Lewis Hamilton, e onde Pascal Wehrlein teve de trabalhar a dobrar (após ter andando no Force India), as coisas voltaram à normalidade para a Mercedes, com Nico Rosberg a andar de manhã e Lewis Hamilton a assumir o volante do carro pela tarde. Rosberg, que ainda recupera das lesões no pescoço, fez 66 voltas e marcou como melhor tempo 1.25,556, enquanto que o inglês acabou a fazer 88 voltas ao longo do dia, os mesmos de Massa, e fazer o tempo de 1.24,903, mais 349 centésimos do que Ricciardo.

Apesar das contrariedades de ontem, a marca alemã continuou a acumular quilómetros, e conta já com mais de quatro mil até agora, neste início de temporada.

Na Force India, andando com o chassis de 2014, Sergio Perez deu 121 voltas ao circuito de Montmeló, no segundo dia dos testes com a equipa de Silverstone, onde acumulou quilómetros e anda a recuperar o tempo perdido devido à ausência nos testes de Jerez. No final do dia, o piloto mexicano conseguiu um tempo de 1.24,702, sendo mais veloz com os novos pneus da Pirelli.

McLaren continua com problemas, Sainz fora de pista

Em contraste, a McLaren continua a debater-se com problemas na sua unidade de energia. Fernando Alonso ficou algum tempo nas boxes enquanto os seus mecânicos procuravam reabilitar o carro, acabando o piloto espanhol por conseguir dar 59 voltas ao traçado com o seu MP4-30. Alonso marcou um melhor tempo de 1.25,961, conseguindo provavelmente o seu melhor dia de testes até ao momento.

Com os problemas que ainda assolam o McLaren-Honda, continuam as dúvidas no ar, sobre se o monolugar da parceria se mostrará competitivo e, sobretudo, fiável durante a época de 2015.

A sessão de hoje teve poucas paragens, sendo a maior a acontecer com o espanhol da Toro Rosso, Sainz Jr., que sofreu uma saída de pista a meio da manhã na curva 9, acabando na gravilha. Os meios de socorro foram accionados e a sessão suspensa. Contudo, o filho de Carlos Sainz conseguiu fazer cem voltas e teve um tempo quatro segundos mais lento do que Ricciardo, com 1.28,945 sendo o seu melhor.

Pela tarde, houve mais duas paragens, por causa do Sauber de Marcus Ericsson e pelo Lotus de Jolyon Palmer, o terceiro piloto da marca. Porém, as paragens duraram pouco tempo, facilitando as coisas para os comissários de pista.

A sessão de testes continua amanhã.

VAVEL Logo
CHAT