Moreirense x Benfica: Vai a confiança no lugar de Nico
Eliseu marcou no 3-1 frente ao Moreirense, na primeira volta

Moreirense x Benfica: Vai a confiança no lugar de Nico

O Benfica viaja este sábado até Moreira de Cónegos para disputar a 22ª jornada do campeonato, na posição de líder com 4 pontos de vantagem perante o 2º classificado, Futebol Clube do Porto. Embora com a liderança mais diminuta que outrora, as águias assumem um papel confiante. (Foto: MaisFutebol)

maraguerra
Mara Guerra

É na desdramatização de uma possível aproximação à liderança encarnada, que Jorge Jesus encara a partida contra o Moreirense. Porque se é verdade que a perda de pontos em Alvalade há duas jornadas fez aproximar o rival Porto, é facto que o 1º lugar continua carimbado com o símbolo da águia, fazendo ressalvar a confiança do técnico. «Uma equipa que está em primeiro desde a quarta ou quinta jornada e com quatro pontos de avanço tem de estar confiante. Está a defender a primeira posição. Acima disso não há mais», atirou.

Ainda assim, Jesus assume a pressão na vitória fora de casa, apesar do rival que se impõe, teoricamente mais fraco: «Vamos jogar num campo que normalmente não é fácil. Vamos encontrar uma equipa bem trabalhada do ponto de vista táctico e que quer tirar pontos ao Benfica. Nós estamos pressionados para ganhar. Mas isso acontece em todos os jogos, não é por ser um jogo contra o Moreirense.»

Nico Gaitán? Só no Estoril... 

Depois da especulação positiva da passada semana, no sentido da inclusão de Nico Gaítan na comitiva que se desloca a Moreira de Cónegos, o argentino acaba fora da lista dos convocados por ainda não estar disponível fisicamente para integrar a equipa. «O Nico ainda não vai estar convocado. Tenho dito que na semana seguinte está, e não tem sido assim, mas pensamos que frente ao Estoril possa estar em condições clínicas. Pode não estar em condições físicas, mas em condições clínicas contamos que esteja», explicou Jorge Jesus.

Recorde-se que Gaítan sofreu uma lesão muscular na coxa direita, a 18 de Janeiro, em jogo contra o Marítimo. Esta semana chegou a treinar no relvado, mas as opções técnicas foram de precaução, permanecendo junto a Fejsa e Júlio César no lote dos lesionados.

Outra ausência certa no onze encarnado é a de Samaris, que se encontra castigado, e que abre vaga para a ocupação da sua posição. Os naturais candidatos, André Almeida e Cristante foram confirmados por Jesus, que ainda não pode contar com Rúben Amorim: «Estes dois jogos com o V. Setúbal jogou 15 ou 20 minutos. Foi importante emocionalmente e para ganhar alguma confiança, mas fisicamente não teve muita importância. Queremos que tenha mais tempo de jogo, mas não é fácil darmos-lhe uma prioridade».

Moreirense tranformado 

O Moreirense prepara a recepção ao Benfica no Parque de Jogos Comendador Joaquim de Almeida Freitas, num contexto fragilizado. Apesar do empate em Vila do Conde na última jornada, que colocou termo a ciclo de derrotas, o plantel encontra-se descaracterizado, em virtude de lesões, mas também das muitas movimentações resultantes do Mercado de Inverno.

«Estamos num processo de transformação muito grande, mais de metade da nossa equipa é diferente. Vamos defrontar um adversário valoroso, com qualidade e, não estando no nosso ponto máximo, as dificuldades crescem. Encaramos este jogo com um grau de dificuldade máxima», declarou o técnico, Miguel Leal.

André Marques, Marcelo Oliveira e Cardozo vão falhar a partida por motivo de lesão, bem como o defesa Paulinho, que se encontra a cumprir castigo. Para o se lugar, é expectável que Miguel Leal lance o médio Lucas Souza.

Anteriores confrontos, são bom presságio para os visitantes 

Esta será a 4ª vez que as equipas se encontrarão esta época, sendo que no trio de partidas antecedente o Benfica saiu sempre vencedor. Por isso, o técnico da casa julga já saber bem ler a equipa que os visita: «Temos de ser mais rigorosos no processo defensivo e mais criteriosos no último terço do terreno. Depois há um ou outro pormenor, como o jogo entre linhas, em que o Benfica é muito forte, em que temos de estar melhor. Temos ainda de jogar com o tempo, porque desta vez é um jogo diferente. A carga emocional está toda do lado do Benfica, eles é que têm de ganhar e, por isso, temos de saber gerir o tempo».

No total dos confrontos entre os dois emblemas, 14, o Moreirense nunca conseguiu sair vitorioso: o Benfica venceu 11 e empatou os restantes. 

Onzes Prováveis do Moreirense x Benfica

VAVEL Logo
CHAT