1-0, TANAKA, MIN. 52 2-0, NANI, MIN. 69
Sporting bate Gil em ensaio positivo antes da decisão europeia
Ensaio positivo antes da decisão europeia

Sporting bate Gil em ensaio positivo antes da decisão europeia

O Sporting regressou esta tarde/noite aos triunfos na recepção ao Gil Vicente, após três jogos consecutivos sem vencer. Apenas na segunda parte os «leões» construíram o resultado e com destaque para o monumental golo de Nani, num encontro assistido por mais de 42 mil espectadores.

leandro-dinis
Leandro Dinis

Na antevisão do encontro, Marco Silva reforçou a importância no regresso às vitórias da turma leonina. Ora a resposta dos seus atletas foi positiva, vitória por duas bolas a zero frente ao Gil Vicente e um ensaio seguro e moralizador para a dificílima tarefa de quinta-feira, altura em que os leões tentarão reverter o negativo resultado obtido frente ao Wolfsburgo. 

Primeira parte equilibrada e polémica

Esperava-se uma entrada forte e dominadora da equipa do Sporting mas a verdade é que tal não aconteceu. Talvez derivado às recentes exibições/resultados, os leões entraram de forma adormecida em campo, permitindo que a equipa gilista jogasse de forma destemida. Primeiro lance com alguma polémica à passagem do minuto 15' quando João Mário cai na área, aparentemente derrubado por Cadú. Árbitro manda jogar apesar dos muitos protestos sentidos em Alvalade. O Sporting assumia a partir daí, com naturalidade, o controlo do jogo estando perto de marcar por duas ocasiões: Mané bem assistido por Nani permite bela defesa de Adriano e João Mário após amortecimento de Tanaka atira contra Evaldo

Mas a melhor ocasião do primeiro tempo foi para a equipa de José Mota e novamente com polémica à mistura. Ao minuto 34' William Carvalho cobra um livre de forma rápida contra Yazalde, procurando o cartão para o jogador gilista mas a verdade é que o mesmo não estava à distância regulamentar. Na sequência Rúben Ribeiro assiste Diogo Viana que sozinho frente a Rui Patrício atira para fora. Até ao intervalo destaque apenas para nova boa defesa de Adriano a remate de João Mário e outro momento difícil para o juíz Jorge Tavares: Tobias Figueiredo parece carregar Yazalde perto do limite da área mas nada foi assinalado.

Entrar a marcar e magia de Nani

No segundo tempo a equipa de Marco Silva puxou dos galões e acabou por dominar em toda a linha, empulsionada pelo golo ao minuto 51' de Tanaka na sequência de um pontapé de canto, numa altura que o técnico leonino preparava dupla alteração. O japonês muito oportunista e no sítio certo abriu o marcador para o primeiro motivo de festa em Lisboa. O segundo motivo de festa não deve ser só para os adeptos sportinguistas mas para todos que gostam de futebol. Astronómico golo de Nani, num fantástico e surpreendente remate com o pé esquerdo que levantou os 42 mil adeptos presentes no Estádio José de Alvalade. Nos festejos, o internacional português mostrou muita emoção.

Até final do encontro a equipa verde e branca apenas se importou em gerir a posse de bola, sempre comandada pela qualidade de William Carvalho, ele que volta à forma fantástica que nos brindou a época passada. Houve ainda tempo para o melhor em campo da equipa do Gil brilhar, Adriano ao minuto 85' nega o bis a Tanaka com uma brilhante intervenção.

Semana vital para as duas formações

Aproxima-se alturas de decisão para as duas equipas. No caso leonino a receção aos alemães do Wolfsburgo, numa partida muito complicada na tentativa de virar um resultado muito negativo, estando em causa a passagem aos oitavos de final da Liga Europa. Mas também para o campeonato se avizinha um grande embate, no próximo domingo, no Estádio do Dragão. Em causa pode estar o acesso ao segundo lugar (FC Porto só joga amanhã) e a tentativa de manter longe a equipa do Sporting de Braga, que se aproxima perigosamente do terceiro posto, o último com acesso à Champions League

No caso da formação de José Mota as contas são outras, as da luta pela manutenção. Com a derrota de hoje e vitória dos «estudantes» em casa do Estoril, os homens de Barcelos voltaram a cair para a linha de água com 17 pontos, mais um que o último Penafiel e a apenas quatro pontos do 13º classificado Boavista, precisamente o adversário da próxima jornada.

VAVEL Logo
CHAT