Boavista x Porto: «Derby» da cidade Invicta está de volta ao Bessa
Boavista travão os dragões na primeira volta (Foto: Catarina Morais)

Boavista x Porto: «Derby» da cidade Invicta está de volta ao Bessa

Esta Segunda-feira termina a 22ª jornada da Liga NOS com um derby da cidade Invicta. FC Porto regressa ao Bessa para defrontar o Boavista passados 6 anos. O pontapé-de-saída dará-se às 20:00h.

joao-rodrigues
João Rodrigues

Vai acontecer! Passado seis anos, o «derby» da cidade invicta vai novamente realizar-se no Bessa. É o retorno de um dos grandes «derbies» do futebol português ao reduto do Bessa - Jogo cheio de emoção e garra com as duas equipas a darem tudo até ao fim. Um estádio bonito, claramente de estilo inglês, e com muitos adeptos irredutíveis. Um Boavista à procura de pontuar e um FC Porto obrigado a ganhar para não perder o comboio do título.

A tarefa não se adivinha nada fácil para os dragões. Apesar de o Boavista não ser um Boavistão doutros tempos, esta é uma equipa capaz de provocar grandes problemas devido à sua irredutibilidade defensiva. Recorde-se que os pupilos de Julen Lopetegui empataram a uma bola na primeira volta, com a expulsão directa do central Maicon pelo meio.

Garra e alma é o que não falta ao conjunto de Petit que depois do regresso à Primeira Liga está a fazer de tudo para conseguir o seu objetivo, a manutenção. Lopetegui já mostrou receio a esta equipa e demonstrou isso aos seus jogadores na conferência de imprensa:«Já na primeira volta tivemos muitas dificuldades e historicamente tem sido complicado. O Boavista é a equipa que mais progrediu na Liga e é agora uma equipa mais completa, que irá jogar com as suas armas, mas nós temos vontade e argumentos para superar o Boavista». 

O estádio do Bessa tem relvado sintético mas o treinador dos dragões não demonstrou preocupação em relação a isso: «A Liga decidiu permitir jogar neste campo e não temos nada a dizer. A minha opinião não conta nada e tenho de adaptar a minha equipa ao relvado e reagir.» - afirmou o treinador espanhol.

A falta de Casemiro pode fazer moça no meio-campo portista. (Foto: abola.com)

Os dragões estarão privados de cinco jogadores, algo que poderá ajudar a tarefa dos axadrezados. Casemiro, Alex Sandro, Danilo e Olivér Torres são ambos habituais titulares e não vão poder jogar no Bessa. Adrián Lopéz não é um habitual titular mas está também ausente. Ainda assim o treinador portista demonstrou total confiança naqueles que estão disponíveis: «É uma realidade que não temos cinco jogadores por diferentes circunstâncias, mas também é uma realidade que vamos dar uma resposta e temos plantel para isso. É preciso dar uma resposta e os jogadores que vão aparecer têm de dar um passo à frente a mostrarem a sua personalidade em campo na segunda-feira. Sabemos que será um jogo mais difícil que na quarta-feira».

Juan Quintero, Rubén Neves, Ricardo e José Angel devem compensar estas ausências. Jackson Martínez tem esta noite um novo desafio - O colombiano nunca marcou aos axadrezados, proeza que alcançou em relação às restantes equipas da Liga portuguesa.

Em relação à equipa da casa, Petit garantiu que os seus jogadores estão tranquilos, atirou a pressão para o lado portista e espera um jogo de grande dificuldade: «Os meus jogadores têm trabalhado sempre da mesma forma e com o objetivo de conquistar pontos. Esta semana, apesar de irmos disputar um jogo importante para a cidade e para os dois clubes, mantivemos a nossa forma de trabalhar, sabendo que vamos ter pela frente uma equipa motivada e difícil de bater» «O FC Porto não pode perder pontos e por isso a pressão está do lado deles. Quanto a nós, vamos trabalhar para a vitória ou para o empate porque queremos pontos para chegarmos mais depressa ao nosso objetivo. Sabemos que vamos ter um jogo muito sofrido, mas estamos preparados para isso» - acrescentou o ex-jogador do Benfica e axadrezados.

Petit tem demonstrado que é treinador de primeira liga. (Foto: abola.pt)

Em relação às ausências dos dragões, Petit não espera encontrar facilidades devido a esse facto: «Clubes como o FC Porto, que lutam pelo título, têm sempre soluções dentro do plantel para o lugar dos ausentes».  Afinal, o Boavista também conta com um ausência. O lateral-direito Beckeles estão castigado devido à expulsão no jogo com o Rio Ave. João Dias deverá ser o seu substituto.

Hugo Miguel, da Associação Futebol de Lisboa será o árbitro do jogo. Os seus assistentes serão Ricardo Santos e Hernâni Fernandes.

VAVEL Logo
CHAT