Campeonato grego suspenso

Campeonato grego suspenso

O campeonato da Grécia foi suspenso após os confrontos no jogo entre Olympiakos e Panathinaikos. Segundo a comunicação social grega, o tempo de suspensão será entre duas a três semanas.

joaoratinho
João Ratinho

Na passada quarta-feira, o ministro adjunto dos Desportos da Grécia, Stavros Kondonís, anunciou a suspensão do campeonato grego por um período indeterminado devido aos confrontos no derby que opôs Panathinaikos e Olympiakos no último fim de semana.

Recorde-se que, momentos antes do jogo começar, Vítor Pereira dirigiu-se aos adeptos da equipa adversária, provocando um período de grande violência com a invasão dos adeptos no relvado, tendo sido necessária a intervenção da polícia.

O jogo terminou com uma derrota para a equipa da casa (1-2).

O Panathinaikos chegou à vantagem no início da 2ª parte através de um auto-golo de Masuaku e, mais tarde, através de um golo de Petric. O Olympiakos só conseguiu reduzir a desvantagem no período de descontos, com um golo de Dominguez.

Confrontos entre os presidentes dos dois clubes

Devido aos incidentes do jogo entre Olympiakos-Panathinaikos, foi convocada uma reunião pelo comité diretivo da Liga grega que juntou os presidentes dos clubes em questão, Vangelis Marinakis e Giannis Alafouzos.

No entanto, este encontro trouxe ainda mais confusão pois os dois presidentes entraram em pancadaria, o que levou à interrupção da mesma e, segundo o presidente do Panathinaikos, “O senhor Marinakis projetou uma garrafa de água na minha direção e o seu guarda-costas socou o meu adjunto, ferindo-o no lábio.”

Soluções apresentadas aos atos de violência

Segundo o presidente da liga da GréciaGiorgos Borovilos, “Temos muitos problemas para resolver no campeonato grego”.

Assim, o ministro adjunto dos Desportos grego afirmou que serão aplicadas medidas para acabar com a violência nos jogos de futebol. Entre elas estão a adopção de bilhetes eletrónicos (a fim de identificar os compradores), o fim das claques dos clubes ou a instalação de câmaras de vigilância nos estádios.

Todas estas medidas foram consentidas numa reunião do governante com o presidente adjunto da Federação Grega de Futebol, Evángelos Topoliatis, e com os dirigentes dos campeonatos da primeira e da segunda divisão, Yorgos Borovilos e Spyros Kaloyanis, respetivamente.

VAVEL Logo
CHAT