Relatório anti-doping arrasa UCI; Lance Armstrong quer ser exemplo

Relatório anti-doping arrasa UCI; Lance Armstrong quer ser exemplo

Na sequência de um relatório de mais de 200 páginas que acusa a UCI de ter ignorado sucessivos casos de doping no ciclismo, Lance Armstrong declarou esperar que a sua história seja um exemplo para as novas gerações de ciclistas.

hugopalmeida
Hugo Picado de Almeida

Lance Armstrong declarou hoje esperar que a sua história ajude a promover um ciclismo livre de doping para o futuro. As declarações do ex-ciclista de 43 anos surgiram no contexto da publicação de um relatório da Comissão Independente para a Reforma do Ciclismo, no qual ao longo de 227 páginas esta Comissão acusa a União Ciclista Internacional de ter ignorado sucessivos casos de doping durante mais de uma década.

Lance Armstrong espera servir de exemplo às gerações futuras

O antigo chefe de fila de US Postal (posterior equipa Discovery Channel), vencedor de sete títulos consecutivos no Tour de France (1999 a 2005), recorde absoluto na história da mítica prova mas que acabariam mais tarde por lhe ser retirados, fruto de ter sido considerado culpado num esquema de doping, desculpou-se hoje pela sua conduta, esperando «que o facto de ter contado a verdade ajude a um futuro brilhante na modalidade» que diz amar.

O norte-americano concluiu ainda dizendo esperar que o seu caso ajude os jovens que actualmente se iniciam na modalidade, para que estes «não tenham de enfrentar desde pequenos algumas escolhas que têm como único resultado a derrota, como aconteceu comigo e com muitos amigos e adversários.», concluiu.

VAVEL Logo
CHAT