Muitas interrogações no arranque da F1 2015

Muitas interrogações no arranque da F1 2015

As emoções da F1 estão de volta. A luta pelo mais cobiçado titulo do desporto motorizado vai começar e Melbourne é de novo o palco para o regresso das máquinas.

fabiocostamendes
Fábio Mendes

A F1 está finalmente de volta. E como é habitual a casa de partida para o campeonato será Melbourne, no circuito de Albert Park.

O circuito usa várias secções de estradas que rodeiam o lago artificial do parque. Aquando da 1ª corrida neste circuito em 1996 (o GP australiano realizava-se em  Adelaide, também um circuito citadino), foram realizadas obras e o pavimento foi mudado de forma a dar uma superfície mais suave. A 1ª pole foi de Jacques Villeneuve, sendo a primeira vitória de Damon Hill.

É uma pista relativamente simples, sem nenhuma “ verdadeira“ recta, excepto a da meta. O circuito é algo estreito o que dificulta as ultrapassagens, mas as desistências podem ser ponto importante nas decisões da corrida.

Jenson Button é o piloto que mais vezes venceu nesta pista, com 3 vitórias no seu currículo, algo que parece difícil de repetir este ano, e de há 9 anos a esta parte nunca o mesmo construtor venceu a corrida 2 vezes seguidas, estando a Mercedes preparadíssima para contrariar essa tendência.

O que esperar da corrida?

As expectativas são grandes para a primeira corrida. Primeiro porque já lá vão 3 meses sem F1 e já ninguém aguenta tanto tempo de espera. Segundo porque há muitos pontos de interrogação que queremos esclarecer.

A Mercedes promete dominar outra vez em 2015 ( Foto: Mercedes)

Mercedes parte como clara favorita e todo o resultado que não implique pelo menos um Mercedes no pódio será uma grande surpresa. Qual dos pilotos está em melhor forma? Essa sim é uma questão pertinente. 

A luta pelo 2º /3º lugar será essa sim bem mais interessante, com Williams e Ferrari a perfilarem-se como as principais candidatas e a Red Bull a estar mais longe neste momento (se conseguirem repetir a façanha do ano passado e ir ao pódio, nunca mais duvidaremos deles). Também aqui será muito interessante ver qual dos pilotos de ambas as equipas se chega à frente e ganha vantagem. 

No meio do pelotão com a Toro Rosso Lotus, Force India e Sauber, as coisas poderão ser mais simples de resolver. A Force India testou pouco e vai ser claramente prejudicada nesta primeira ronda asiática, a Sauber tem agora um problema difícil de resolver com o “caso Van der Garde” a desestabilizar equipa e pilotos, (o que é uma pena pois a equipa parecia bem lançada), o que deixa tudo nas mãos da Lotus e da Toro Rosso. A vantagem nesta luta vai para a Lotus que tem um line up mais experiente ( sim é verdade que têm o Maldonado, mas Grosjean compensa) e um carro mais rodado, uma vez que a Toro Rosso usou um carro novo na última sessão de treinos e como tal tem ainda muito por trabalhar na nova máquina. Grande expectativa  para ver o desempenho de Verstappen que tem recebido muitos elogios por parte da estrutura da equipa.

Da McLaren… neste momento a dúvida é se conseguem acabar pelo menos a corrida. Ou se conseguem imitar o que a  Red Bull fez no ano passado, algo que parece muito improvável.

Conseguirá a Williams desafiar a Mercedes? (foto: Williams)

Dados da Pista

Comprimento da pista: 5.303km

Nº de voltas: 58

Volta mais rápida em corrida: Michael Schumacher, 2004, 1:24:125

Volta mais rápida: Sebastian Vettel, 2011, 1:23:529

Maior secção em aceleração máxima: 843m

Nível de apoio aerodinâmico: Elevado

Consumo de combustível por volta: 1.7Kg

Pneus: Médios e Macios

 

Traçado da Pista

VAVEL Logo
CHAT