Benfica x Braga: Para ser campeão, é preciso dançar o vira
(Foto via: Maisfutebol.iol.pt)

Estão reunidos os ingredientes necessários para atracção de uma tarde de futebol no Estádio da Luz, que se enche em jeito de marcha sob presságio de ver a sua equipa erguer o troféu, em Maio. 65 000, o número de espectadores que pretende assistir àquele que se adivinha como um dos mais complicados desafios até ao final da prova. Não obstante, o visitante arsenalista mune-se com o histórico das últimas exibições frente aos encarnados, onde saiu feliz, afirmando-se na luta pelo terceiro lugar no campeonato, sobre o qual está apenas a 1 ponto do rival Sporting.

As estatísticas comprovam a dificuldade em atribuir um vencedor antecipado ao confronto. Por um lado, o Sporting de Braga tem em mente repetir o jogo eliminatório da Taça de Portugal, em que venceu na Luz por 1-2, em reviravolta de Pardo ao marcador, que é, aliás, o ultimo jogador que teve oportunidade de marcar na casa encarnada.

Mas, por outro, e porque desta feita é o campeonato que se discute, enche-se de confiança o Benfica, que só por uma vez perdeu em Lisboa frente aos minhotos, para a Liga, na época de 1954/55. No total dos 65 encontros no Estádio da Luz, a contar para todas as provas, o Braga ganhou um par de vezes, contra as 50 vitórias do Benfica.

«O Braga que jogou contra o Benfica fê-lo duas vezes bem»

Analisando apenas a presente época, o domínio arsenalista sobre os encarnados é claro. Nas duas partidas anteriores, em Braga para o Campeonato e na Luz para a Taça de Portugal, a equipa de Jorge Jesus saiu derrotada. «O Sp. Braga que jogou contra o Benfica fê-lo duas vezes bem. Queremos corrigir algumas coisas para estarmos ainda melhor. O facto de termos jogado duas vezes com o Sp. Braga é igual para as duas equipas. Nós vimos algumas coisas que podemos melhorar e eles o mesmo», explicou o treinador encarnado.

O Benfica não poderá contar com a veia goleadora de Talisca para fazer cair o Braga, uma vez que se encontra a cumprir castigo. Mas a boa notícia é a total reintegração de Gaitán, que alinhará de início.

Conceição pede respeito aos seus

As duas últimas disputas fora de casa foram favoráveis à comitiva minhota, que angariou um par de vitórias e não sofreu qualquer golo. Ainda assim, a má exibição no último jogo com o Porto, continua a fazer mossa entre o plantel, acusado de facilitar a entrega dos 3 pontos ao directo rival do Benfica. Sérgio Conceição rapidamente se insurgiu em defesa da sua equipa. «Podem dizer-nos que não estivemos tão bem nesse jogo, que a estratégia não foi boa, que falhámos um passe, falhámos um remate ou falhámos um golo, não podem é duvidar do nosso brio profissional», explicou o técnico minhoto.

Para o jogo de logo, Sérgio Conceição não poderá contar com Marcelo Goiano, ainda a recuperar de lesão. A partida, com apito inicial marcado para as 17 horas, será ajuizada por Artur Soares Dias (AF Porto), que se estreia em jogos do Benfica, por esta época.

Onzes Prováveis do Benfica x SC Braga

VAVEL Logo