Portugal x Sérvia: vencer para ser líder
Foto: Francisco Leong/AFP

Portugal x Sérvia: vencer para ser líder

Uma vitória no jogo de domingo vale o primeiro lugar no Grupo I de apuramento para o EURO 2016

pedrocorreia
Pedro Correia

A selecção portuguesa enfrentará a Sérvia este Domingo, dia 29 de Março, pelas 19h45 no Estádio da Luz, num jogo que entra para as contas do Grupo I de apuramento para o Campeonato da Europa 2016, a ser realizado em França. 

Se um jogo de qualificação para o Euro 2016 já constitui per si uma motivação extra para os jogadores que envergam as cores nacionais, a partida frente à selecção sérvia traz consigo um incentivo acrescido: em caso de vitória, a turma das quinas garante o primeiro posto do grupo, agora liderado pela Dinamarca - com 7 pontos e 4 jogos, um a mais que as restantes equipas. A selecção portuguesa ocupa, neste momento, o segundo lugar do grupo, com 6 pontos, mais 2 que a Albânia (3º) e mais 5 que a Sérvia (4º) e a Arménia (último lugar).

Possibilidade de subir para a liderança motiva o grupo

No que respeita à arbitragem, o italiano Gianluca Rocchi - de 41 anos e internacional desde 2008 - é o escolhido pela UEFA para ajuizar a primeira partida oficial da selecção nacional em 2015.   

Relativamente ao actual estádio da Luz, em termos históricos, Portugal venceu por 8 vezes, empatando e perdendo por 2, sendo que a derrota mais marcante terá sido, certamente, a final do Euro 2004, frente à Grécia. O último jogo disputado na Luz - a 15 de novembro, no play-off de qualificação para o Mundial 2014 - resultou na vitória portuguesa sobre a Suécia por 1-0.

No confronto directo entre as duas selecções, Portugal e Sérvia só se defrontaram por 2 vezes (ambas na fase de qualificação para o Euro 2008), tendo empatado a uma bola quer em Belgrado (a 28/03/2007), quer em Lisboa (a 12/09/2007). Note-se, no entanto, que estes dados excluem qualquer jogo com a antiga Jugoslávia. 

A análise dos jogadores - William - Matic 

William Carvalho afirmou hoje que Portugal terá de ser cauteloso e paciente na forma como abordará a partida frente à Sérvia, relembrando a influência de Matic no jogo do adversário. 

«Precisamos de ter alguma paciência e tentar impor o nosso futebol para ganhar. Se pudermos resolver mais cedo, melhor, e vamos fazer o possível para isso acontecer», referiu. «O jogo deles passa todo pelos pés do Matic. É uma equipa que vale mais do que os pontos que tem no grupo. Não temos receio da Sérvia nem de qualquer selecção. Tem uma excelente equipa, mas se impusermos o nosso futebol vamos ganhar de certeza.», reforçou, confiante, o médio.

Consciente da importância do jogo que se avizinha, o jogador de apenas 22 anos relembrou que a vitória não garante a qualificação. «Se ganharmos, damos um passo importante, mas não nos qualificamos já. Para isso ainda faltam mais jogos.», acrescentando ainda que a ausência do seleccionador Fernando Santos do banco de suplentes devido a castigo não será um problema. «Não temos falado disso. Não estará Fernando Santos, mas estará Ilídio Vale. É só uma equipa técnica e é só uma ideia.»

Por outro lado, também na antevisão da partida, o ex-benfiquista Nemanja Matic preferiu realçar o respeito com que os portugueses encaram o embate com os sérvios. «Eles estão um pouco receosos. Receiam a seleção da Sérvia», analisou.

De regresso a Portugal e ao estádio da Luz, o médio que agora defende as cores do Chelsea adiantou ainda a receita para que a sua selecção consiga fazer face ao jogo dos portugueses: «Será muito importante aguentar os primeiros 20 minutos. Portugal vai fazer tudo para marcar nessa fase. Em Lisboa temos que jogar compactos, com muita concentração. Se fizermos isso, poderemos ter um bom resultado», afirmou. 

Por fim, Matic reconheceu a qualidade da equipa orientada por Fernando Santos, deixando, contudo, um aviso claro: «A Sérvia tem um plano para a Luz e vai cumpri-lo».

Pepe parece reintegrado e poderá ser opção

Apesar de ter feito apenas corrida nos últimos 3 dias, o central luso-brasileiro voltou esta quarta-feira a integrar o plano de treino dos seus colegas no Estádio António Coimbra da Mota, no Estoril, pelo que poderá recuperar a tempo do duelo com os sérvios e ser uma opção válida para o seleccionador nacional.

Grande afluência às bilheteiras

Esta manhã, as bilheteiras já registavam cerca de 50 mil bilhetes vendidos para a partida de domingo. Os preços oscilam entre os 10 e os 20 euros e os ingressos continuam a ser adquiridos a um bom ritmo.

Radovan Curcic acredita na sua equipa

O técnico sérvio reconhece que Portugal está em boa posição no apuramento para o Euro 2016, mas acredita nas potencialidades da sua turma. «Portugal está numa posição muito melhor do que nós, porque está cinco pontos à nossa frente. Nós temos um grande respeito por Portugal, mas acreditamos em nós e nas nossas capacidades», afirmou Curcic.

O seleccionador, que vai cumprir o primeiro jogo oficial ao comando da Sérvia, fez ainda questão de relembrar que Portugal tem uma excelente equipa, que não se resume ao melhor jogador do mundo. «Portugal não é só Ronaldo. A equipa portuguesa tem jogadores muito bons e sobre os quais é preciso ter muita atenção», alertou Radovan Curcic.

Há 8 anos, Scolari defendia "o menino" Quaresma

O último jogo que opôs as duas selecções, a 12 de Setembro de 2007, não terminou da melhor forma, com Scolari a agredir o lateral Ivica Dragutinovic. Tudo aconteceu porque já perto do final da partida, os jogadores sérvios atiraram a bola para fora para que um compatriota pudesse ser assistido pela equipa médica. No entanto, no consequente lançamento lateral, os jogadores portugueses não devolveram a bola aos adversários e estes, no final da partida, foram pedir justificações a alguns jogadores da selecção nacional e até a Scolari, que acabou por dar um murro a Dragutinovic, num gesto lamentável do então seleccionador português.

Agora, quando questionado acerca deste incidente, Quaresma preferiu não se alongar muito. «Ah, esse episódio com o Scolari não vale a pena estar a comentar, foi algo estranho que se passou ali», referiu.

Onzes prováveis

Lista de convocados para o encontro

PORTUGAL

Guarda-redes: Ventura (Belenenses), Anthony Lopes (Lyon) e Rui Patrício (Sporting);

Defesas: Cédric (Sporting), Eliseu (Benfica), Coentrão (Real Madrid), Bosingwa (Trabzonspor), José Fonte (Southampton), Pepe (Real Madrid), Ricardo Carvalho (Mónaco), Bruno Alves (Fenerbahçe) e Antunes (Dínamo Kiev);

Médios: André Gomes (Valência), João Moutinho (Mónaco), João Mário (Sporting), Tiago (Atlético Madrid) e William (Sporting);

Avançados: Éder (Braga), Cristiano Ronaldo (Real Madrid), Hugo Almeida (Kuban Krasnodar), Danny (Zenit), Nani (Sporting), Vieirinha (Wolfsburgo) e Quaresma (FC Porto).

SÉRVIA

Guarda-redes - Vladimir Stojkovic (Maccabi Haifa FC/Isr), Zeljko Brkic (Cagliari Calcio/Ita) e Milan Lukac (FK Partizan);

Defesas - Branislav Ivanovic (Chelsea FC), Dusan Basta (SS Lazio), Aleksandar Kolarov (Manchester City FC), Matija Nastasic (FC Schalke 04), Nenad Tomovic (ACF Fiorentina), Nikola Maksimovic (Torino FC), Dusko Tosic (Gencerlibirligi SK) e Ivan Obradovic (KV Mechelen);

Médios - Nemanja Matic (Chelsea FC), Radoslav Petrovic (Gencerlibirligi SK), Luka Milivojevic (Olympiakos FC), Nemanja Gudelj (AZ Alkmaar), Filip Djuricic (Southampton FC), Adem Ljajic (Roma), Zoran Tosic (CSKA Moscovo), Dusan Tadic (Southampton FC) e Filip Kostic (Estugarda);

Avançados - Aleksandar Mitrovic (RSC Anderlecht), Lazar Markovic (Liverpool FC) e Peter Skuletic (FCLokomotiv de Moscovo).

Acompanhe todas as incidências da partida aqui, em Vavel Portugal.

VAVEL Logo
CHAT