Graves incidentes no Montenegro x Rússia envergonham o desporto
Foto: Savo Prelevic

Graves incidentes no Montenegro x Rússia envergonham o desporto

Distúrbios provocados pelos adeptos nas bancadas ditaram suspensão definitiva da partida ao minuto 66.

AugustoCabrita
Augusto Cabrita

O Montenegro x Rússia da noite de ontem ficou manchado por uma série de acontecimentos que culminaram com o desfecho da partida pouco depois da primeira hora de jogo. 

Logo ao início da partida - volvidos apenas treze segundos de jogo, um very light lançado da bancada onde estavam os adeptos montenegrinos atingiu na cabeça o guarda-redes russo Igor Akinfeev que foi consequentemente  transportado para o hospital com queimaduras na pele, ainda que segundo a agência de notícias montenegrina «Mina», o guardião dera entrada no hospital consciente do sucedido.

Após o sucedido, o jogo foi interrompido durante cerca de meia hora. Os distúrbios não ficaram no entanto por aqui: ao intervalo, novos desacatos atrasaram o recomeço da partida que acabou mesmo por ser definitivamente suspensa quando se registava um empate a zero e após o médio russo Roman Shirokov ter desperdiçado uma grande penalidade ao minuto 66.

«É uma catástrofe. Isto foi a gota que fez o copo transbordar e alguém deve dizer: basta. Isto não leva a lado nenhum. Que jogadores responderão à convocatória no futuro para a equipa nacional se vão jogar nestas condições?» declarou o Secretário-Geral da Federação de Futebol de Montenegro, Momir Djurdjevac. 

É a segunda vez na qualificação para o Europeu de 2016 que ocorrem incidentes graves nas bancadas que levam à supensão de um duelo. A última ocorrência semelhante, deu-se na partida realizada entre a Sérvia e a Albânia a 14 de Outubro de 2014.

VAVEL Logo
CHAT