Cada vez mais «Happy One»: Mourinho perto de celebrar a Premier League

Cada vez mais «Happy One»: Mourinho perto de celebrar a Premier League

O Chelsea venceu no Sábado o Manchester United no jogo de cartaz da Premier League. Em Stamford Bridge, os «Blues» de José Mourinho venceram por 1-0 frente a uns esforçados «Red Devils». Com este triunfo, o campeonato inglês está perto de ser reclamado pela equipa londrina.

vavel
VAVEL

José Mourinho está cada vez mais perto de voltar a sorrir com títulos: o «Happy One» está a duas vitórias de voltar a celebrar títulos nesta sua segunda passagem pelo Chelsea, após ter batido o Manchester United em Stamford Bridge por 1-0 com um golo do mágico Eden Hazard.

Caminho livre até à meta da Premier League

Quando estão decorridas 32 jornadas da Premier League, o Chelsea caminha confortavelmente para a consagração nacional, tendo actualmente mais dez pontos que o segundo classificado, Arsenal. Mais longe estão os rivais de Manchester: o United está a 11 pontos (com mais uma partida) e os «Citizens», outrora grande obstáculo dos «Blues», está a doze pontos da formação londrina (também com mais um jogo).

José Mourinho está então muito perto de voltar a erguer o troféu da Premier League, feito que já atingira aquando da sua primeira passagem pelo Chelsea, após o período áureo vivido no FC Porto. Na temporada de estreia, em 2004/2005, «Special One» arrebatou o campeonato inglês não sem antes ter comemorado a vitória na Taça da Liga inglesa, o primeiro título festejado em terras de Sua Majestade.

«Champions» foi a causa da separação em 2007

Depois de quebrar um enguiço com mais de meio século de vida, Mourinho voltou a festejar a conquista da liga inglesa na temporada 2005/2006, acabando por separar-se do clube londrino devido à ambição, insatisfeita, de Roman Abramovich - o multi-milionário perseguia a glória na Liga dos Campeões e Mourinho não fora capaz, nas duas épocas, de lhe saciar o desejo. A 20 de Setembro de 2007, Chelsea e José Mourinho colocavam um ponto final na ligação.

«Happy One» à beira de conquistar a terceira Premier League

Depois das empreitadas em Milão (ao serviço do Internazionale) e Madrid (ao leme do galáctico Real Madrid), José Mourinho regressou à casa onde, segundo as suas palavras, se sentia feliz. No dia 10 de Junho de 2013, o auto-proclamado «Happy One» sucedia ao epiteto de «Special One», assinando contrato com os «Blues» pela segunda vez na carreira, firmando uma ligação de quatro temporadas.

Após uma temporada de jejum, o Chelsea voltou às comemorações: na presente temporada arrecadou a Taça da Liga e está às portas da conquista da Premier League, podendo assim celebrar o terceiro triunfo na prova inglesa ao serviço dos londrinos, impedindo o bicampeonato do Manchester City, num contexto de crise no reino dos «Red Devils» e num panorama de sistémica secundarização do poderio «gunner». 

Ainda assim, por entre conquistas internas variadas, José Mourinho terá sempre um prazo limitado para viver a sua fase de «Happy One», sabendo o público que o seu presidente, exigente, pretende voltar a ver o clube inglês associado às glórias europeias; José Mourinho busca ainda o primeiro título europeu pelo Chelsea, e a próxima temporada poderá ser crucial no futuro do técnico português em Stamford Bridge - caso volte a falhar a epopeia dos milhões, a estabilidade do seu lugar no Chelsea poderá tornar-se precária.

VAVEL Logo
CHAT