Inspiração de Oblak travou Ronaldo e companhia

Inspiração de Oblak travou Ronaldo e companhia

Os dois grandes de Madrid empataram sem golos no encontro referente aos quartos-de-final da Liga dos Campeões. A vaga para as meias finais será decidida na próxima semana no estádio Santiago Bernabéu.

ricardo-cruz
Ricardo Cruz

O confronto entre os dois rivais da capital espanhola gozou, como é habitual, de intervenientes de luxo. Do lado dos colchonerosAntoine Griezmann, Mario Mandzukic e Arda Turan prometiam fazer estragos. Relativamente à equipa orientada por Carlo Ancelotti, Cristiano Ronaldo, Karim Benzema e Gareth Bale tinham tudo preparado para fazer balançar as redes da equipa da casa. Porém, no meio de todos estes astros do futebol europeu aflorou um nome improvável. Jan Oblak, camisola 13 dos colchoneros, foi fundamental para que o Atlético de Madrid não saisse derrotado da primeira mão dos quartos de final.    

Os merengues entraram em campo com vontade de contrariar a má sorte desta temporada nas suas deslocações ao Vicente Calderón. A primeira parte da partida foi jogada a um ritmo estonteante com os pupilos de Ancelotti a assumirem o domínio do jogo. Contudo, o guarda redes que na época transacta representou o Sport Lisboa e Benfica escudou as redes da sua equipa de forma primorosa. A melhor oportunidade de golo da primeira parte foi concedida a Gareth Bale. Depois de um corte falhado por parte do central Godin, o galês arrancou velocíssimo em direção à baliza dos colchoneros mas viu o seu remate embater no gigante esloveno de 22 anos. 

A segunda metade do encontro trouxe um Atlético mais potente que dificultou a circulação de bola por parte da equipa merengue. As oportunidades foram surgindo de forma natural em ambos os lados mas quem saiu a sorrir no final do encontro foram os guardiões das duas equipas. A disputa física tornou-se mais evidente no segundo tempo e teve mesmo consequências para Marcelo e Mario Suarez que ficam impossibilitados de jogar a segunda mão da eliminatória devido a acumulação de cartões amarelos. Com este resultado ambas as equipas partem em pé de igualdade e tudo é possível na segunda mão dos quartos-de-final da Liga dos Campeões. Um resultado amargo para a boa primeira parte do Real Madrid mas saboroso para a equipa orquestrada por Diego Simeone que entrou com outra atitude para a segunda metade da partida.  

Oblak faz esquecer Thibaut Courtois

Oblak foi considerado o homem do jogo (Fonte: AFP PHOTO/ Gerard Julien)

No final do encontro o guarda-redes do Real Madrid destacou a exibição do jovem guarda redes esloveno. «Oblak foi o protagonista do jogo. Merecíamos mais, mas ele esteve fantástico». Também o site inglês "mirror" fez referência a Oblak apelidando o jovem jogador como «Jan's the man». 

VAVEL Logo
CHAT