0-1, MIN. 18, NEYMAR. 0-2, MIN. 67, LUIS SUÁREZ. 0-3, MIN. 79, LUIS SUÁREZ. 1-3, MIN. 82, VAN DER WIEL.
PSG 1-3 Barcelona: Suárez acelerou num túnel chamado David Luiz
Foto: ESPN

PSG 1-3 Barcelona: Suárez acelerou num túnel chamado David Luiz

O Barcelona foi ontem ao Parque dos Príncipes dar uma laminar machadada na linhagem da realeza parisiense: na primeira mão dos quartos-de-final, Neymar marcou primeiro e Luis Suárez bisou com toques de malvadez. Dois túneis a David Luiz e dois golos de belo efeito.

vavel
VAVEL

O Barcelona visitou ontem o Parque dos Príncipes e, com três golos, deu uma forte machadada nas aspirações do Paris Saint-Germain no que à permanência na Liga dos Campeões diz respeito. O favorito Barcelona actuou de acordo com as expectativas e, com três tentos no reduto parisiense, deixa o oponente em péssimos lençóis - na segunda mão o PSG terá de, obrigatoriamente, marcar três golos em Camp Nou para sonhar com a sobrevivência na prova.

O PSG, privado da sua estrela Zlatan Ibrahimovic, sofreu o primeiro golo aos 18 minutos após proibitiva perda de bola do médio francês Rabiot; Messi lançou Neymar, que, com eficácia, rematou para o fundo das redes do italiano Sirigu. A primeira meia hora foi dominada totalmente pelo Barcelona; o clube catalão viu ainda o PSG sofrer um azar que arrumou com o central Thiago Silva - o brasileiro saiu aos 21 minutos, lesionado.

Os franceses tentaram fazer mossa logo no recomeço da segunda parte mas o remate de Javier Pastore foi defendido pelo alemão Ter Stegen. Aos 53 minutos foi a vez do Barcelona sentir a sombra do azar - o médio criativo Iniesta saiu lesionado, dando lugar ao compatriota Xavi. Mas, após a meta dos 65 minutos, o espectáculo de Luis Suárez iria tomar conta do Parque dos Príncipes. O uruguaio arrancou pelo flanco, fez um túnel a David Luiz, tirou Marquinhos do caminho, aguentou a carga de Maxwell e finalizou sem mácula.

Aos 67 minutos 0-2, aos 79 minutos 0-3 com contornos de uma iminente goleada: Luis Suárez voltou a efectuar um túnel a David Luiz (bem que Laurent Blanc o tinha deixado no banco de início...) e, perante Sirigu, não vacilou, rematando para o canto superior da baliza, onde a coruja dorme. Suárez, em forma indomável, aniquilou grande parte das esperanças do PSG. Dois golos do uruguaio precedidos de dois túneis efectuados ao incauto David Luiz

Suárez, que já tinha marcado um golo ao Manchester City, nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões, voltou agora a disparar de forma certeira na prova dos milhões; a forma letal do uruguaio também se nota na Liga BBVA - recorde-se que Luis Suárez fez vítimas também no «El Clásico», marcando o golo que abateu o Real Madrid e permitiu ao Barcelona vencer por 2-1.

VAVEL Logo
CHAT