Liga Europa: Detentor Sevilha briga com Zenit por um lugar nas meias-finais

Liga Europa: Detentor Sevilha briga com Zenit por um lugar nas meias-finais

Os russos, orientados pelo luso Villas-Boas, contam com o golo fora e com a motivação do público para vencer o jogo; do outro lado estará o detentor do troféu, que bateu o Benfica na final de Turim.

paulopereira79
Paulo Pereira

O jogo Zenit-Sevilha é um dos grandes duelos destes quartos-de-final da UEFA Liga Europa. Na primeira mão a equipa de Espanha venceu por 2-1 após ter estado a perder. André Villas-Boas não poderá contar com o central ex-Benfica Garay, que se encontra castigado, mas vai ter os regressos de Hulk e Danny, que não puderam dar o seu contributo na partida da primeira mão. Das três vezes que o Sevilha atingiu esta fase da prova, venceu sempre a competição, e, hoje, tentará sair com um resultado que lhe permita ultrapassar este obstáculo.

André Villas-Boas, treinador do Zenit, acredita que o facto de quererem ganhar vai ser decisivo tal como os regressos de jogadores. «Ryazantsev e Garay não vão jogar, mas por outro lado, Danny, Hulk, Smolnikov e Criscito vão poder fazê-lo. O importante é que queremos ganhar, compreendemos a importância deste jogo. Vamos jogar com os melhores jogadores que temos e queremos muito chegar às meias-finais. Vamos jogar um futebol de ataque porque os nossos jogadores decisivos voltaram, mas não vamos esquecer a defesa, porque o Sevilha tem um ataque muito afamado. O Hulk é um jogador de grande classe que pode jogar a partir das alas e também no centro do ataque. O Sevilha joga da mesma maneira na Liga espanhola e na Europa League. Os seus jogadores jogam um futebol criativo, apaixonado e merecem o sucesso que tem tido», declarou o técnico luso no lançamento da partida de hoje.

Unai Emery, treinador do Sevilha, acha que o importante é ganhar o jogo e que os adeptos da equipa russa vão imprimir muita pressão no duelo. «Jogamos para ganhar todas as competições. A Europa League é muito importante. Não pensamos em qual é a prova mais importante, pensamos sim em como podemos ganhar o próximo jogo. Estamos preparados para os adeptos nos colocarem sob pressão. Sabemos como responder a isto, é algo que nos motiva. Antes de mais o importante é o resultado, depois pensamos em como lá chegar, pois podemos precisar de um prolongamento e de penalties. Estamos a preparar o jogo com base nas opções disponíveis. O Zenit é uma equipa forte com grandes jogadores» avisou o técnico que levou o Sevilha a erguer o troféu na temporada passada, diante do Benfica.

Equipas prováveis

Zenit: Lodygin; Smolnikov; Anyukov, Neto, Lombaerts, Criscito; Shatov, Javi Garcia, Witsel, Danny; Hulk.

Sevilha: Sergio Rico; Coke, Pareja, Carriço, Trémoulinas; Krychowiak, Iborra, Vidal, Banega, Vitolo; Bacca.

VAVEL Logo
    CHAT