Barcelona x Bayern: Guardiola enfrenta clube que o lançou no «hall of fame» dos técnicos

Barcelona x Bayern: Guardiola enfrenta clube que o lançou no «hall of fame» dos técnicos

O jogo da meia-final entre Barcelona e Bayern é hoje disputado hoje às 19.45 em Camp Nou em Barcelona; Pep Guardiola enfrentará pela primeira vez a sua antiga equipa, o Barcelona do seu coração. O técnico deixou elogios a Messi e deu a receita para ter sucesso frente ao vice-campeão espanhol.

paulopereira79
Paulo Pereira

Pep Guardiola, treinador do Bayern de Munique, assegurou em conferência de imprensa que não há treinador nem sistema capazes de travar um Lionel Messi nos píncaros das suas capacidades física e técnica. «Estando na forma em que Messi está, não há defesa que o possa parar. É impossível. Na forma dos últimos quatro ou cinco meses não há sistema nem treinador que o pare», fez notar o antigo técnico dos «blaugrana».

Guardiola, antigo jogador do clube catalão (entre 1989 e 2001) irá hoje, pela primeira vez, defrontar o clube do coração, onde exerceu funções de treinador da formação principal entre 2008/2009 e 2011/2012. Antes tem que se limitar as bolas que recebe. «Temos que estar perto para o marcar e tentar que receba menos a bola», explicou no lançamento da partida da meia-final da Liga dos Campeões.

O tridente ofensivo do Barcelona fará certamente soar os alarmes da defensiva bávara, que sofreu às mãos da pressão portista na primeira mão dos quartos-de-final; Messi, Neymar e Luis Suárez serão acentuados perigos para as redes germânicas. «O que têm diferente Messi e Neymar é o talento, e quando pensas que vão para a esquerda vão para a direita. Os treinadores pensam as coisas antes, mas são eles que as executam. Há poucos sistemas defensivos que consigam controlar o talento. O talento é talento, conhecem muito bem a opinião que tenho do Barça e dos seus jogadores», vincou o treinador de 44 anos, que possuiu já duas Ligas dos Campeões no currículo.

Sobre o jogo, Guardiola defende que a sua equipa terá que fazer, pelo menos, um golo em Camp Nou: «Temos que marcar golos porque estamos nas meias finais, e sem marcar será muito difícil em Munique. Se não marcamos no mínimo um golo será muito complicado». Recorde-se que o Bayern não venceu nenhum dos desafios das primeiras mãos desta fase a eliminar - em Lviv registou um empate 0-0 (diante do Shakhtar) e no Porto, uma derrota por 3-1. 

VAVEL Logo
CHAT