Liga BBVA ao rubro: Barcelona cheira o título, Real travado pelo Valência

Liga BBVA ao rubro: Barcelona cheira o título, Real travado pelo Valência

O Barcelona deu um passo de gigante para conquistar a Liga BBVA deste ano: os catalães bateram a Real Sociedad enquanto que o Real Madrid tropeçou com uma rasteira do combativo Valência. Cristiano Ronaldo falhou uma grande penalidade.

vavel
VAVEL

Na jornada 36 da Liga BBVA, Barcelona e Real Madrid disputaram, indirectamente, mais uma ronda da intensa corrida ao título de campeão, e, no desenlace desta recta final, foram os catalães a colocaram-se numa posição privilegiada para cortar a meta da La Liga em primeiro lugar. Sem vacilar - apesar de muitos golos desperdiçar - o Barcelona bateu o Real Sociedad por 2-0, beneficiando da travagem dos «merengues» (1-1) no Bernabéu, diante de um áspero e espinhoso Valência.

Os dois golos catalães, marcados num efusivo do Camp Nou, contrastaram com a menos eficaz exibição do Real Madrid: se, no fundo, ambas as equipas rivais desperdiçaram várias ocasiões de golo, a verdade é que o Real, obrigado a ultrapassar um adversário mais poderoso, sofreu com a falta de pontaria e com a tremenda segurança do guarda-redes «che» Diego Alves. Os «blaugrana», com a mais acessível tarefa de bater o Real Sociedad, acabaram por ganhar terreno no final da jornada 36.

Desilusão «merengue»

Foi o Barcelona o primeiro a entrar em campo: sabendo de antemão da difícil recepção do Real Madrid, os catalães demoraram a materializar em golos a superioridade que já era patente desde cedo. Foi, até, fruto de um erro defensivo dos bascos que surgiu o primeiro golo caseiro - alívio errático colocou a bola à mercê da cabeça de Neymar Jr. O brasileiro cabeceou à queima-roupa e bateu, aos 51 minutos, o bravo Geronimo Rulli, que até ali fizera de parede aos remates de Messi e Piqué.

Catalães bateram basco em Camp Nou

O segundo golo surgiu já no queimar dos últimos minutos de jogo - após jogada de insistência dentro da área basca, Pedro, crónico suplente de Luis Enrique, arrancou um estupendo remate de bicicleta que fulminou Rulli e fixou o resultado final em 2-0 aos 85 minutos. Minutos depois, entrava em jogo, sob pressão, o Real Madrid - diante do aguerrido e competente Valência de Nuno Espírito Santo, a tarefa adivinhava-se árdua e rapidamente se tornaria ainda mais árdua...

Mais árdua ficaria porque, aos 18 minutos, já o Valência de André Gomes, Dani Parejo, Otamendi e companhia, se adiantava no marcador. Antes, já o jovem Paco Alcácer avisara Casillas, que por duas vezes negou o golo «che». O Real também assustou Diego Alves, acertando no desacerto de rematar por duas vezes ao poste - Gareth Bale e Cristiano Ronaldo indiciavam que a noite seria de desperdício no Santiago Bernabéu. Quem não desperdiçou foi Alcácer, aos 18 minutos.

Sem tempo para reagir, o Real voltou a sofrer nova estocada aos 26 minutos, na sequência de um livre batido para a confusão da área. Mas, confusos, apenas os jogadores do Real, que, ao tentarem colocar os oponentes em fora-de-jogo, permitiram que Javi Fuego cabeceasse tranquilamente para o 0-2. Bernabéu incrédulo. Se Diego Alves já seria difícil de bater, a combinação Alves/postes foi intransponível até ao minuto 56, altura em que Pepe subiu às alturas para reduzir a desvantagem.

Antes já Chicharito enviara nova bola ao poste (aos 39 minutos) e Cristiano Ronaldo, com a dádiva de uma duvidosa grande penalidade, falhara algo que normalmente nunca falha. Diego Alves, omnipresente, bloqueou o remate do português. Se o craque Ronaldo falhara da marca de penalidade, quem poderia salvar o Real? A resposta foi...Isco, através de um espectacular remate de longe. Empate aos 84 minutos que salvou o Real de deitar a toalha ao chão. Ainda assim, 4 pontos de desvantagem são...uma derrota (prestes a ser) anunciada. 

Alves nega golo a Ronaldo (Foto: EFE)

O Barcelona lidera a Liga BBVA com 90 pontos contra os 86 do Real Madrid. O Valência segue com 73 pontos, menos 3 que o campeão Atlético Madrid (que ainda terá de disputar a jornada 36), que poderá destacar-se confortavelmente na terceira colocação do campeonato.

VAVEL Logo
CHAT