Abram alas para o campeão Tondela e para o 'vice' União da Madeira
Foto: LIGA PORTUGAL

Abram alas para o campeão Tondela e para o 'vice' União da Madeira

Ontem, numa derradeira jornada de nervos e emoções, o Tondela acabou por se sagrar campeão da Segunda Liga, atingindo o feito histórico de subir ao convívio dos maiores clubes de Portugal. O União da Madeira, em segundo posto, garantiu também o regresso à Primeira Liga, 20 anos depois.

vavel
VAVEL

Foram ontem conhecidos os grandes vencedores da Segunda Liga: a última jornada decidiu a sorte dos gloriosos e o sofrimentos dos relegados, com o inédito campeão Tondela a atingir o momento mais épico e histórico da vida do clube do distrito de Viseu. O campeão, liderado tecnicamente por Quim Machado, foi seguido pelo vice-campeão União da Madeira, que também garantiu a subida ao escalão máximo do futebol português.

Tarde de «suspense» culminou com consagração do Tondela...

Ontem, numa tarde de nervos, elevadas expectativas e «suspense» até final dos apitos, as contas seguiam a favor do Tondela e do Desportivo de Chaves, mas, a segundos do fim, um golo de livre directo executado na perfeição pelo médio André Carvalhas, abanou as águas e separou, finalmente, vencedores de derrotados - o Tondela subiu à primeira posição, sagrando-se campeão (ao invés do segundo posto), e o Chaves, foi, fatalmente, ultrapassado pelo União da Madeira na corrida à Primeira Liga.

...e descida ao inferno do Desportivo de Chaves

Em Freamunde jogava-se o Freamunde x Tondela: a equipa da casa levava vantagem, mas, de modo «in-extremis», Carvalhas disparou um míssil certeiro que empatou a partida e colocou fim a uma série de três jornadas de indecisão: o sonho era real, o Tondela acabava de subir à Primeira Liga e logo pela passadeira mais triunfal, a do primeiro lugar. O Chaves, que estava a segundos de festejar a subida como campeão, caiu do sonho ao pesadelo, ficando, com o golo de Carvalhas, automaticamente fora da promoção.

O Desportivo de Chaves vencia em casa a Oliveirense e contava os segundos para se tornar campeão, à medida que a derrota do Tondela persistia. A esperança flaviense instalou-se mas tudo desmoronou nos segundos finais, para desespero do colectivo treinado por Carlos Pinto. Tudo devido ao golo do Tondela nos instantes finais da jornada. De campeão virtual o Chaves passou a derrotado, sendo ultrapassado pelo Tondela e pelo União da Madeira, que venceu por 0-3 no reduto do Oriental.

Inédito Tondela e regressado União da Madeira

Assim, com o golo de Carvalhas aos 94 minutos, o Tondela do goleador Tozé Marreco (23 golos na prova) sagrou-se campeão da Segunda Liga e, pela primeira vez na sua História de 82 anos, irá estar entre o convívio dos clubes da Primeira Liga em 2015/2016. O feito inédito do clube do interior do país deixou em polvorosa a região e será uma lufada de ar fresco na paisagem competitiva e geográfica do escalão principal do futebol luso.

Já o vice-campeão União da Madeira carimba assim o regresso à Primeira Liga, vinte anos após a última participação do clube madeirense na prova, em 1995. O clube treinado pelo engenhoso artífice das subidas, Vítor Oliveira, será o terceiro clube proveniente da ilha da Madeira a militar na Liga, juntando-se à companhia de Nacional da Madeira e Marítimo. O clube, fundado em 1913, fez 80 pontos, menos um que o campeão Tondela e em igualdade pontual com o terceiro classificado Chaves.

VAVEL Logo
CHAT