Copa América: Colômbia bate Brasil 24 anos depois e quebra senda vitoriosa de Dunga

Passaram 24 anos desde a última vitória da Colômbia frente ao Brasil porque, ontem, o defesa central Jeison Murillo resolveu terminar com jejum dos «cafeteros», apontando o único golo com que a selecção de Falcao, Jackson, James e companhia bateu o Brasil de Neymar e fiel escuderia «canarinha». 

O golo do defesa colombiano, que actua na Liga BBVA, fez toda a diferença - a abnegada Colômbia chegou à vantagem aos 36 minutos de jogo e nunca cedeu perante a alta pressão da selecção orientada por Dunga. Os jogadores de José Pekerman contiveram as investidas de Neymar, Roberto Firmino, Fred e Coutinho e seguraram o preciso triunfo que, de certa forma, corrige a entrada em falso, ocorrida diante da Venezuela.

Sob a batuta da excelência técnica de James Rodríguez e dos rasgos de Cuadrado, a Colômbia soube sempre colocar o pressionante Brasil em sentido, inviabilizando a pertiência atacante da desconcentrada formação brasileira. No fim, debaixo de intensa animosidade, o jogo terminou com desacatos e duas expulsões: Neymar e Carlos Bacca viram ambos o cartão vermelho por mútuas agressões.

Ambas as equipas têm agora três pontos no grupo C, quando estão jogadas duas jornadas; a Venezuela também possui os mesmos pontos mas tem ainda que efecutar o seu segundo jogo, frente à selecção do Perú. 

VAVEL Logo