Carlitos Tévez no Boca Juniors: O bom (e rebelde) filho a casa torna

Carlitos Tévez no Boca Juniors: O bom (e rebelde) filho a casa torna

Depois de ter realizado uma excelente temporada pela Juventus em todas as competições, Carlitos Tevez regressa ao Boca Juniors.

rafaelreis
Rafael Reis

Bom (e rebelde) filho à casa torna

Olhar para o ataque da selecção da Argentina, que ainda assim nem sempre junta as melhores exibições aos seus triunfos e resultados nas grandes competições como vem sucedendo na edição da Copa América que vai decorrendo no Chile, é um verdadeiro regalo para a vista do comum apreciador que acompanha o futebol mundial. No mesmo leque de jogadores, Lionel Messi, Kun Aguero, La Pipita Higuaín… e ainda Carlitos Tévez.

Por entre este quarteto de luxo no panorama internacional é agora Tévez quem preenche as manchetes no seu país, agora por provavelmente não mais vir a defrontar equipas europeias, pelo menos ao nível de clubes pois terá ainda muito a dar à ‘celeste‘ com o seu futebol electrizante, pelo facto de ter assinalado o retorno ao clube que o viu nascer para o futebol.

Tevez abandona a Juve depois de uma excelente temporada a nível individual e colectivo

Com efeito, a Juventus aceitou transferir Tévez com destino ao Boca Juniors num acordo que foi já oficializado, prevendo-se que o maior ganho para a Juve com este negócio possa mesmo ser a potenciação do talento de Guido Vadalà, promessa argentina que se junta aos 5 milhões de euros envolvidos na compra do craque que esta temporada ajudou a conduzir a turma transalpina a uma grande temporada em todas as competições.

Por seu turno, a grande exigência de Tévez terá mesmo passado por vestir a 10 do Boca, celebrizada como símbolo por Diego Armando Maradona, e com isso em troca chegarão aos vice-campeões europeus os jovens Vadalà, jogador ainda em idade júnior, assim como Cristian Pavon e Franco Cristaldo, ambos de 19 anos, com os três a poderem vir a ter a possibilidade de ganhar o seu espaço no plantel principal do gigante clube italiano.

Alguns adeptos do clube italiano já reagiram a este negócio com alguma desconfiança

Com o negócio já fechado, uma das curiosidades reside no facto de Vadalà chegar ao clube apenas a título de empréstimo muito embora suscite enormes expectativas tendo em conta o potencial que se lhe reconhece, o que motivou já algumas palavras de descontentamento e estranheza por parte de alguns adeptos da Juve.

Desconhece-se no entanto se terá sido utilizado algum tipo de cláusula de compra a exemplo do que o clube de Turim recentemente realizou com o também internacional argentino Roberto Pereyra, assegurado a título definitivo depois de uma bem sucedida época de cedência por parte da Udinese.

VAVEL Logo
CHAT