Tour de France 2015: Rui Costa cai e faz remontada assinalável

Na terceira etapa do Tour de France, o azar bateu à porta de vários ciclistas, após uma queda aparatosa que parou a corrida e resultou no abandono de quatro corredores. Rui Costa esteve envolvido na queda mas efectuou uma espectacular remontada, chegando um minuto e meio após o vencedor.

vavel
VAVEL
Tour de France 2015: Rui Costa cai e faz remontada assinalável

Ao terceiro dia de Tour de France, o azar bateu à porta de vários ciclistas - o pelotão desfez-se após uma turbilhão de quedas, onde esteve envolvido o ciclista luso Rui Costa, da Lampre-Merida. O grande aparto resultou em vários corredores lesionados e até mesmo no abandono precoce de quatro ciclistas, entre eles Tom Dumoulin e Simon Gerrans.

A queda aparotosa, quando faltavam apenas 58 quilómetros para a meta, situada em Huy, lançou vários ciclistas pelo chão, incluindo o camisola amarela suíço Fabian Cancellara e o português Rui Costa. O trágico incidente obrigou os comissários a pausar a corrida, numa decisão que está a levantar polémica e a gerar diversas críticas no seio da comunidade desportiva.

William BonnetTom DumoulinSimon GerransDmitry Kozontchuk foram as baixas imediatas; apesar da queda e dos ferimentos, Rui Costa reentrou na corrida e realizou uma remontada espectacular, terminando a tirada em  trigésimo oitavo lugar, a um 1:13 minutos do vencedor, Joaquín Rodríguez - uma recuperação assinalável que atesta a boa forma física do ciclista da equipa Lampre-Merida, que foi capaz de minimizar os estragos.

Bonnet assistido pela equipa médica (Foto: Eric Gaillard/Reuters)

Logo atrás do ciclista da Póvoa do Varzim chegou outro português, Tiago Machado, da equipa russa Katusha, também ele dando provas de uma capacidade de abnegação assinalável, já que também foi capaz de reagrupar e cortar a meta numa posição digna de destaque. Apesar do excelente triunfo do espanhol da Katusha, a camisola amarela passou para o corpo de Chris Froome, que mostrou estar em óptimas condições físicas.

O ciclista da Team Sky, um dos grandes favoritos a terminar a prova de amarelo, impôs um feroz ritmo a poucas centenas de metros da meta e deixou para trás a concorrência de Nairo Quintana e Alberto Contador. Neste momento, Froome lidera a geral individual com menos 1 segundo que Tony Martin, menos 13 que Tejay Van Garderen e já 36 segundos longos sobre o rival Contador. 

Vicenzo Nibali, vencedor do último Tour de France, está a 1:38 minutos do primeiro classificado da geral, Alejandro Valverde está a 1:51 minutos e o colombiano Nairo Quintana está a 1:56 minutos da liderança. Com Froome a arrancar a amarela à terceira etapa, a questão coloca-se: conseguirá o vencedor do Tour 2013 manter a camisola até ao fim?

VAVEL Logo