FC Porto: Negócio de Casillas tremido, Real e jogador longe do entendimento

Diferenças na tributação de Espanha e Portugal estão na origem do diferente negocial entre o guarda-redes Iker Casillas e o Real Madrid. O internacional espanhol, que tem 25 anos de casa «merengue», pretende receber o ordenado bruto relativo aos restantes dois anos de contrato com o Real, e não o ordenado líquido, de modo a não sofrer o significativo corte que advém do desnível tributário dos dois países (mais baixo em Portugal).

As razões do diferendo, segundo o jornal «Marca», não ficam por aqui: os vários intermediários presentes no negócio estarão também a dificultar a celeridade do processo de negociação. Se havia já acordo total entre Iker Casillas e o FC Porto, esse entendimento ficou afectado pelo impasse com o Real Madrid, impasse esse que poderá mesmo, segundo a imprensa espanhola, levar à ruptura total das negociações.

Relembre-se que o guarda-redes da selecção espanhola, símbolo marcante do clube madrileno, tem um vasto mercado e poderá, a qualquer momento, analisar outras propostas em cima da mesa. A possibilidade do «portero» ingressar na AS Roma não é, portanto, um desfecho impossível - o clube romano mostrou interesse no guarda-redes e caso a hipótese de rumar ao Porto se esfume, a ida para Roma é uma possibilidade forte.

VAVEL Logo