Código vermelho na defesa: Luisão e Jardel estão em dúvida para o 'derby'

Código vermelho na defesa: Luisão e Jardel estão em dúvida para o 'derby'

Os dois centrais do eixo defensivo das águias poderão ser duas lacunas cruciais no 11 de Rui Vitória, já no próximo domingo. A recuperação não é, no entanto, uma possibilidade a excluir.

beatriz-goncalves
Beatriz Gonçalves

Os últimos dias têm sido preocupantes para o técnico das águias, Rui Vitória, que se deparou com a possível ausência de duas peças cruciais na sua equipa: os centrais Luisão e Jardel, ambos por lesão. No entanto, os testes médicos conduzidos na passada quarta-feira demonstram um cenário de recuperação para o capitão, embora Jardel permaneça em dúvida.

Recorde-se que Luisão saiu aos 39 minutos do último jogo da Eusébio Cup, após ter manifestado dores na zona abdomina, enquanto que Jardel já se apresentava lesionado há mais tempo, com uma contusão na coxa direita. No entanto, há uma forte possibilidade de o capitão estar recuperado para Domingo, caso não haja qualquer imprevisto, ainda que este não tenha marcado presença nos treinos devido à situação sensível em que se encontra, após ter sido confirmada uma distensão na sua parede abdominal. Já para Jardel o cenário não é tão nítido, ainda que a recuperação que tem vindo a fazer há alguns dias possa resultar numa recuperação atempada.

Importante será dizer que esta dupla, titularíssima do Benfica campeão de Jorge Jesus, poderá ser decisiva na partida da Supertaça frente ao rival Sporting. Caso fiquem de fora, será um duro golpe na manobra defensiva de Rui Vitória, que até ao momento não tem conseguido os melhores resultados. Perder Luisão numa conjuntura marcada pela péssima pré-época das águias seria terrível para encarar a procura do primeiro título da temporada, dado que o capitão encarnado tem sido a voz de comando da equipa há mais de uma década. Depois da perda de Jorge Jesus e Maxi para os rivais, ainda se torna mais preponderante contar com a experiência, a firmeza, a inteligência táctica e o forte jogo aéreo do comandante Luisão.

Já Jardel emergiu no 11 na temporada passada para render Garay, e desde então que tem denotado qualidade técnico-tática e uma velocidade incomum para um central. Perder Jardel também significa perder um central goleador que ainda na época passada marcou ao rival Sporting. Caso Rui Vitória se veja mesmo privado de Luisão e Jardel terá uma dor de cabeça a duplicar, uma vez que quando se fala de uma dupla de centrais titular trata-se de analisar automatismos, rotinas, solidariedade e segurança no último reduto que terá de enfrentar atacantes de qualidade no derby de Domingo. 

VAVEL Logo