Porto x Vitória Guimarães: Dragão pressionado contra Vitória repleto de feridas europeias

Depois da entrada do Sporting em acção, é tempo do FC Porto entrar hoje em competição, defrontando, às 20:45 horas, o Vitória de Guimarães em pleno estádio do Dragão. Com oito estreias absolutas na convocatória, a formação azul entrará em campo com a obrigação de reflectir, à flor do relvado, a qualidade da equipa construída para assegurar a Julen Lopetegui uma fortíssima candidatura ao título nacional 2015/2016. Diante de si, o Dragão terá um Vitória de Guimarães reticente, cheio de mazelas europeias.

Porto obrigado a reflectir, no campo, o investimento avultado

Perante o avultado investimento de Verão, o FC Porto aborda a nova temporada com limitadíssima margem de manobra: se as dispendiosas contratações de Giannelli Imbula, Maxi Pereira, Iker Casillas e Pablo Osvaldo obrigam a resultados consonantes com a valia financeira de tais apostas, a verdade é que o treinador basco Julen Lopetegui não está submetido a menor pressão, já que entra no segundo ano de trabalho sem qualquer título obtido mas com um historial de contratações nada comedido.

Esta noite, no Dragão, o FC Porto estará obrigado a entrar com o pé direito na competição, sob pena de um percalço relembrar a massa adepta portista do vazio de título experienciado nos últimos tempos (último troféu, a Supertaça, aconteceu sob a batuta de Paulo Fonseca). Do outro lado da barricada estará um Vitória de Guimarães sedento de vitórias, com urgência em provar a si mesmo o valor do trabalho feito no período pós-Rui Vitória, sob o comando de Armando Evangelista

Vitória SC chega ao Dragão ferido da jornada europeia

A equipa vimaranense efectuou já duas partidas oficiais em 2015/2016, tendo perdido ambas e realizado exibições abaixo do exigido. Na pré-eliminatória de acesso à Liga Europa, os «conquistadores» não passaram de meros conquistados, caindo aos pés do modesto clube austríaco Altach (2-1 fora e 1-4 no D. Afonso Henriques). As feridas europeias não auguram bom arranque mas, no Dragão, o Vitória tentará empurrar a pressão para o lado do rival e jogar no insidioso e inteligente contra-ataque.

Contratações de esperança prometem mexer com o jogo

O FC Porto estreará o novo guarda-redes, máxima sensação da pré-temporada: Iker Casillas. Alex Sandro, recuperado de maleitas físicas, será o dono da faixa esquerda da defesa, enquanto, no lado oposto, nova estreia se prepara brilhar: Maxi Pereira, ex-símbolo do Benfica. Algumas dúvidas subsistem ainda quanto ao corpo do onze escalado por Lopetegui: se Imbula tem certo o debute, o que dizer do ex-Marítimo Danilo Pereira? E no ataque do 4-3-3, Vincent Aboubakar ou o recém-chegado Pablo Osvaldo?

O Vitória de Guimarães deverá alinhar sob a capitania do central Moreno, confiando também na estabilidade defensiva de João Afonso, na batuta organizadora de Tozé (reforço de Verão), na veia atacante de Licá (cedido pelo Porto) e Alex e nos golos do avançado brasileiro Henrique Dourado (outra das contratações de Verão). Na calha para, pela primeira vez, enfrentar o seu antigo clube, está o médio André André, que, agora com as cores do Dragão, jogará do outro lado das trincheiras.

VAVEL Logo