Contra o Estoril, ansioso Benfica de Vitória procura ainda a primeira...Vitória

Contra o Estoril, ansioso Benfica de Vitória procura ainda a primeira...Vitória

O Benfica tem penado desde que a pré-temporada começou, não averbando qualquer vitória nos seis jogos efectuados até agora. Hoje, na primeira jornada da Liga NOS 2015/2016, o Benfica de Rui Vitória busca ansiosamente o primeiro triunfo, contra um Estoril apostado em surpreender a expectante Luz.

vavel
VAVEL

O Benfica entra hoje em campo para iniciar a defesa do título de campeão nacional, contra o Estoril, em plena Luz. Será o segundo jogo oficial das águias nesta temporada, após o desaire na Supertaça, frente ao rival histórico Sporting - um golo de Carrillo acentuou a fome de resultados do Benfica e aumentou para seis a série de jogos sem ganhar neste período de arranque dos trabalhados 2015/2016. Diante do Estoril de Fabiano Soares, o Benfica de Rui Vitória procura, ainda, a primeira vitória na era pós-Jesus.

Benfica: mar de dúvidas para ser dissolvido

A Luz transbordará de expectativa, ansiando pela primeira vitória do Benfica que restou do terramoto que foi a saída inesperada de Jorge Jesus, para o rival Sporting, do sub-capitão Maxi Pereira, para o opositor FC Porto, e do goleador operário Lima, para as Arábias; cinco jogos de pré-temporada, numa digressão em terras americanas, não foram suficientes para que as impreparadas águias registassem a primeira vitória de Vitória, e nem no primeiro jogo oficial, a doer e a valer uma taça, o Benfica foi capaz de mostrar qualidade acima de um mar de dúvidas.

Sem o dinamizador lateral Maxi, o avançado trabalhador Lima, o furtivo extremo Salvio, o central capitão Luisão e com o maestro «alviceleste» Gaitán à beira da saída, o Benfica iniciou a temporada com mais dúvidas que certezas, desde a configuração do esquema táctico (4-4-2 à moda de Jorge Jesus ou o 4-2-3-1 da preferência de Rui Vitória?) até à composição do onze regular - quem fará parelha de ataque com Jonas? Será mesmo Nélson Semedo o futuro dono da lateral direita? Ao lado de Luisão, Jardel ou o melhorado Lisandro López? Ola John: activo com confiança ou futuro dispensável?

Luz ansiosa pela primeira vitória de Rui Vitória

Muitas interrogações na mente de Rui Vitória, que joga contra o tempo: urge averbar a primeira vitória da temporada, urge de forma premente entrar no campeonato com uma vitória (perante um estádio da Luz cheio) e urge, igualmente, convencer as hostes encarnadas da qualidade do trabalho efectuado até agora na era pós-Jesus, de forma a apagar a má exibição da Supertaça e injectar esperança na corrente viral encarnada. A pressão, já de si acentuada, é adensada pelas entradas vitoriosas dos rivais Sporting (1-2 em Aveiro) e FC Porto (3-0); tudo se conjuga para que a vitória de Vitória, seja, esta noite, um imperativo indispensável para e estabilidade do Benfica 2015/2016.

Estoril motivado apresenta «joker» Bruno César

O Estoril atacará a época 2015/2016 depois de uma pré-temporada recheada de bons resultados. No arranque desta Liga, os «canarinhos» terão pela frente a estóica e árdua tarefa de visitar uma Luz sedenta de triunfos, expectante e algo impaciente, estados de espírito que poderão ser manobrados pela formação de Fabiano Soares em prol de uma estratégia de destabilização do discernimento (técnico e táctico) do favorito e pressionado Benfica. As principais armas estorilistas serão o veloz extremo Sebá, o avançado Léo Bonatini e o ex-Benfica Bruno César, médio que regressou a Portugal para relançar a carreira no Estoril.

A grande novidade nos convocados de Rui Vitória é o jovem promissor Victor Andrade, que tem sido devotado aos trabalhos com a equipa B, desde o seu regresso, no início da temporada passada. O capitão Luisão, lesionado durante a Supertaça, está já apto a liderar o quinteto defensivo; o médio Pizzi voltará ao onze titular (após ausência contra o Sporting) para fazer dupla com Samaris no meio-campo, enquanto Ola John deverá manter a titularidade, devido à incapacidade física de Mehdi Carcela. A braçaceira de capitão permanecerá no braço do negociado Gaitán (prestes a abandonar a Luz) e Mitroglou será o parceiro de Jonas num possível regresso ao 4-4-2.

VAVEL Logo
CHAT