A pensar na «Champions», Mónaco perde terreno diante do Toulouse

A pensar na «Champions», Mónaco perde terreno diante do Toulouse

Foi um Mónaco a pensar na «Champions», aquele que esta noite esteve em Toulouse. Leonardo Jardim poupou meia equipa e cedeu novamente pontos na Ligue1 2015/2016.

Alvaro-Varela
Varela Alvaro

Foi um AS Mónaco remendado e sem portugueses aquele que hoje subiu ao relvado do Toulouse para disputar a terceira jornada da Ligue1. Leonardo Jardim, ainda sem poder contar João Moutinho e Hélder Costa (ambos lesionados), optou ainda por não convocar para a partida Ivan Cavaleiro, Ricardo Carvalho e Fabinho, relegando para o banco os titulares Raggi, Martial e Bernardo Silva.

Por outro lado viu o lateral Kurzawa, que recuperou de lesão, de volta ao onze e apresentando-se a bom nível.  Muitas mudanças para uma equipa, que, como é sabido apresenta muitas lacunas - essas lacunas foram evidentes durante o jogo, no qual o Toulouse dominou grande parte da partida e abriu o marcador aos 22 minutos, por Tongo Doumbia num lance que espelha bem a imaturidade da equipa monegasca, que permitiu a marcação rápida de um livre na linha lateral, quando a maioria da equipa estava de costas para o lance.

Aos 65 minutos o AS Monaco chegou ao empate através do jovem avançado Lemar, que tinha entrado aos 59 minutos para o lugar de Bahlouli. Aos 72 minutos Bernardo Silva foi chamado ao jogo, com o intuito de agitas as águas. Apesar do esforço, o AS Mónaco não conseguiu virar o jogo a seu favor; aliás o Toulouse esteve sempre muito por cima no jogo e poderia mesmo ter vencido esta partida.

Destaque ainda para a supreendente derrota do Lyon do guarda-redes Anthony Lopes por 2-1, perante o Rennes. O internacional portguês voltou a estar a grande nivel mas desta vez não evitou a derrota da sua equipa. Por sua vez, do lado do Rennes, o português Pedro Mendes não foi sequer convocado.

VAVEL Logo
CHAT