Albânia x Portugal: A batalha dos Balcãs rumo ao Euro 2016
Portugal e Albânia lutam por um lugar no Euro 2016 (foto:uefa.com)

Albânia x Portugal: A batalha dos Balcãs rumo ao Euro 2016

Portugal e Albânia medem forças esta segunda-feira, em partida a contar para o Grupo I da fase de apuramento para o Campeonato da Europa de 2016. A equipa das quinas lidera o grupo e visita uma Albânia motivada e disposta a repetir o triunfo alcançado em solo luso. Com a luta resumida a três selecções, resta saber quem carimba desde já o passaporte para França e quem terá ainda de jogar um playoff de apuramento.

Francisco_Ferreira
Francisco Ferreira Gomes

Três passageiros para dois lugares

Chegou a hora de decisões. Com três equipas separadas por um ponto quando faltam apenas mais três jornadas para disputar no Grupo I, a margem de erro é mínima e qualquer desatenção pode ser fatal. Por outro lado, Portugal, Dinamarca e Albânia têm a seu favor o facto de, no pior dos cenários, terão de disputar um playoff de apuramento, já que Sérvia e Arménia encontram-se já afastadas da luta.

Contudo, é com os olhos no apuramento directo que Albânia e Portugal irão entrar em campo amanhã, no Estádio Elbasan Arena, em Elbasan. Os albaneses procuram-se valer do factor "casa" para equilibrarem uma contenda teoricamente favorável a Portugal. A juntar a isso há que ter também em conta o facto da Albânia ser a única equipa do grupo que ainda não perdeu, sendo também a que menos golos sofreu (2). (foto: uefa.com)

Boas estatísticas, motivação e um público eufórico são as principais armas de uma selecção albanesa que procura fazer história ao qualificar-se pela primeira vez para uma fase final de um Campeonato da Europa.

Do outro lado está Portugal, a selecção favorita à conquista do Grupo I e consequente qualificação para o Euro 2016. A nossa selecção lidera o grupo, mas tem perfeita noção da importância dos jogos que aí vêm, já que joga com os dois adversários directos na luta pela qualificação. A maior experiência e qualidade da equipa das quinas será importante para tentar contornar o ambiente que o espera. Se há algo que o jogo da primeira volta provou é que não há espaço para facilitismos.

A mancha de Aveiro

O histórico entre ambas as selecções pode ser visto por dois prismas: se atentarmos à sua totalidade, verificamos uma clara vantagem da equipa portuguesa no confronto directo. Com efeito, nos seis embates entre Portugal e Albânia, formação lusa soma quatro triunfos, dois dos quais em solo albanês. A última visita à Albânia deu-se na fase de apuramento para o Campeonato do Mundo de 2010; em Tirana a nossa selecção venceu por 1-2, com o golo da vitória a surgir já em cima da hora por Bruno Alves, isto depois de Hugo Almeida ter aberto o activo e de Bogdani ter empatado pouco depois.

A outra perspectiva do histórico entre Albânia e Portugal prende-se com a partida mais recente, algo que favorece os balcânicos. Com efeito, foi na primeira jornada da fase de apuramento para o Campeonato da Europa de 2016 que a Albânia conseguiu o seu primeiro triunfo diante de Portugal. Ainda com Paulo Bento aos comandos e sem Cristiano Ronaldo, a formação portuguesa perdeu em Aveiro por 0-1, graças a um golo de Balaj. Esta derrota acabaria por percipitar a saída de Paulo Bento do cargo de seleccionador nacional.

Nada fica decidido

Na antevisão da partida de segunda-feira, o seleccionador português Fernando Santos sublinhou que, apesar da natural importância do jogo diante da Albânia, nada ficará resolvido no que toca a apuramento, independentemente do resultado. Para o treinador português, todos jogos que ainda faltam são igualmente importantes.(foto: uefa.com)

«Este jogo não será um final, porque nada ficará resolvido matematicamente, mas será um passo gigante rumo ao Europeu. Agora, todos os jogos são finais por causa da diferença de um ponto. Sabemos que todas as vitórias são decisivas, pelo que apelidar este jogo de final poderá serir para dar um cunho mais forte.».

O técnico nacional mostrou-se também ciente daquilo que espera da Albânia para esta partida dentro e fora das quatro linhas.

«Depois da análise que fizemos e os jogos que vimos, a Albânia vai ser igual a si própria. É uma equipa super motivada, que está perto de fazer um feito histórico de garantir a presença no Europeu, tem um povo que está atrás da sua seleção, é muito agressiva, coloca muita pressão e que irá tentar condicionar a nossa saída e tentar aproveitar o nosso erro.».

Dar o seu melhor

Do lado albanês o seleccionador Gianni De Biasi reconheceu o talento e qualidade do adversário. Contudo, o italiano afirmou que a sua equipa dará o seu melhor para conseguir levar de vencida Portugal. (foto: lajmi.net)

«A equipa que vou apresentar, irei decidir amanhã (segunda-feira) de manhã. Mas, garanto-vos que vamos dar o nosso melhor contra um adversário forte e que tem muito talento.».

De Biasi aproveitou para sublinhar o bom trabalho de Fernando Santos aos comandos da equipa das quinas desde a partida de Aveiro.

«Estamos numa fase decisiva da qualificação e vamos ter pela frente um adversário muito forte e que é líder do grupo. Depois de jogar connosco (derrota por 1-0, em Aveiro), Portugal tem feito um trabalho muito bom.».

Quanto a Cristiano Ronaldo, ausente da partida da primeira volta, o seleccionador albanês espera uma noite mais desinspirada do capitão luso e deixou um recado.

«Espero que ele jogue com calma, pois eu votei nele na última eleição da Bola de Ouro. Caso contrário, vou votar no Messi.».

Quando forem 19:45 em Portugal arranca a partida que será apitada pelo sueco Jonas Eriksson.

VAVEL Logo
CHAT