Sub-21: André Silva faz 'hat-trick' na goleada de Portugal diante da Albânia
Foto via: A Bola

Sub-21: André Silva faz 'hat-trick' na goleada de Portugal diante da Albânia

Portugal abriu ontem, da melhor forma, o apuramento para o Europeu 2017, goleando a Albânia por 1-6. O jovem avançado do FC Porto, André Silva, marcou três golos e foi a grande vedeta da partida.

vavel
VAVEL

Portugal sub-21 entrou da melhor forma na Qualificação para o Europeu 2017, goleando a Albânia por 1-6.  Depois da final perdida do Europeu, diante da Suécia, a selecção treinada por Rui Jorge mudou por completo o figurino inicial mas manteve a atitude positiva. André Silva, avançado-promessa do FC Porto, foi a grande vedeta da partida, marcando três golos; os restantes tentos lusos foram assinados por Rúben Neves, Rony Lopes e Ricardo Horta.

No Stadiumi Kombetar Qemal Stafa, Portugal dominou a partida de fio a pavio e logo aos 5 minutos Rony Lopes deu o aviso, uma bola no poste - a ténue resistência albanesa durou 30 minutos, caindo após o remate certeiro do médio portista Rúben Neves. A partir daí, a superioridade do ataque luso, que circulava principalmente pelo tridente ofensivo composto por Carlos Mané, Bruma e André Silva, materializou-se numa chuva de golos forasteiros. 

Com um onze renovado, Portugal subjugou totalmente a selecção albanesa e os golos sucederam-se: aos 36 minutos o novo jogador do Mónaco, Rony Lopes, aumentou a contagem e André Silva elevou a contagem para 0-4 gastando apenas dois minutos para fixar o resultado ao intervalo (43 e 45 minutos) graças às acções de Rafa e Bruno Fernandes. Na segunda parte Portugal desacelerou mas nem por isso os golos estiveram ausentes nos segundos 45 minutos.

Aos 62 minutos o jovem avançado do FC Porto completou o «hat-trick» após acção ofensiva de Ricardo Horta (entrou na segunda parte). Oito minutos depois, foi a vez do extremo que trocou o Vitória de Setúbal pelo Málaga festejar, marcando o 0-6 após assistência do médio Raphael Guzzo (entrado também na segunda parte). Na recta final do jogo, a Albânia conseguiu marcar o seu tento de honra, aos 83 minutos, por intermédio de Rashica. O passe de Ymeraj isolou o avançado, que bateu Bruno Varela com facilidade.

Entrada fortíssima da selecção lusa, que soube traduzir em golos a tremenda superioridade face à debilidade defensiva da Albânia. Destaque total para a eficácia de André Silva, que desperta atenções e demonstra estar a entrar num processo evolutivo célere, à atenção de Julen Lopetegui. Com este resultado, o trabalho positivo de Rui Jorge prossegue, com vista ao apuramento para o Euro 2017.

VAVEL Logo
CHAT