Rio Ave x Sporting: Duelo verde-e-branco à beira-rio

Rio Ave x Sporting: Duelo verde-e-branco à beira-rio

Rio Ave e Sporting medem forças este Domingo, em partida relativa à 4ª jornada da Liga NOS. Em Vila do Conde encontram-se duas equipas invictas no campeonato, e separadas por dois pontos. Depois de vencer o Sporting de Braga, o Rio Ave quer manter o seu percurso 100% vitorioso em casa, um objectivo partilhado pelo Sporting; os leões somam por triunfos as partidas disputadas fora de Alvalade.

Francisco_Ferreira
Francisco Ferreira Gomes

Retomar o ritmo

Depois da paragem para compromissos internacionais, eis que a Liga está de volta. Nesta ronda ver-se-á quem beneficiou mais da pausa no campeonato; teoricamente, a interrupção das competições internas não terá proporcionado grandes sorrisos para os lados de Alvalade. Depois de vencer a Académica na última ronda, o Sporting e Jorge Jesus viu grande parte do seu plantel partir rumo às respectivas selecções nacionais, vendo alguns deles disputarem quase dois jogos completos pelos seus países, um desgaste extra e que pode pesar nas escolhas do técnico leonino para o jogo deste Domingo. (foto: Lusa/Paulo Navais)

Por outro lado, o Rio Ave não terá sido tão afectado no que toca à ausência de jogadores, factor que permitiu a Pedro Martins preparar o encontro com os leões da melhor maneira, e com grande parte do plantel disponível.

Independentemente de jogos e viagens, um possível desgaste não será desculpa para um candidato ao título; com FC Porto e Benfica bem por perto, os leões não se podem dar ao luxo de vacilar, ainda para mais com um clássico entre os dois rivais na próxima ronda.

Já o Rio Ave quer dar continuidade ao bom arranque no campeonato; os vila-condenses ainda não perderam, e mostram-se fortes quando jogam no Estádio dos Arcos. Por seu lado o Sporting, e confirmando uma estranha tendência recente, parece render mais na condição de visitante; seis dos sete pontos dos verde-e-brancos foram alcançados fora de portas. (foto: desporto.sapo.pt)

A história entre Rio Ave e Sporting em Vila do Conde é, se algum peso tiver, factor de motivação para os leões. Em encontros relativos ao campeonato, a equipa de Alvalade soma onze vitórias em vinte e uma partidas. Apesar da supremacia, a verdade é que os triunfos leoninos nunca deixaram margem para grande conforto; com efeito, a vitória mais desnivelada que o Sporting obteve no Estádio dos Arcos remonta à época 2005/2006; na penúltima jornada desse campeonato os verde-e-brancos venceram por 1-3, graças aos golos de Nani, Liedson e um auto-golo de Danielson. (foto: desportugal.blogspot.com)

Para além dos sete empates, o Rio Ave contabiliza também três triunfos. Apesar de escassas, uma das vitórias dos vila-condenses é a mais desnivelada em encontros para o campeonato jogado no Estádio dos Arcos. Na época 2003/2004, o leão saiu vergado a uma pesada derrota por 4-0; Paulo César, Jaime Júnior e um bis de Evandro selaram a goleada. (foto: infopedia.pt)

Coragem e ambição

No lançamento da partida de Domingo, Pedro Martins sublinhou que, apesar das dificuldades que se avizinham, a sua equipa não receia o adversário e está determinada em vencer.

«Vamos encarar o jogo para vencer com uma grande equipa, mas não vamos ter receio e sabemos quais são as nossas possibilidades e em que momento podemos ferir o adversário.».

Segundo o técnico dos vila-condenses, a equipa aproveitou da melhor maneira a pausa no campeonato para elevar os seus índices competitivos.

«Estes quinze dias de paragem foram importantes para a equipa ficar ao nível desejado. Jogamos em casa, estamos confiantes e acredito que podemos fazer um excelente jogo frente a equipa forte e candidata ao título.».

Em relação aos convocados, o treinador do Rio Ave chamou vinte jogadores para o embate de Domingo. Destaque para as estreias de Kizito e José Pedro, e ainda para a ausência de Héldon, jogador emprestado pelo Sporting. (foto: ASF)

Lista de convocados:
Guarda-redes: Cássio e Rui Vieira;
Defesas: Aníbal Capela, Lionn, André Bilas Boas, Edimar, Marvin, Roderick, Pedrinho e Nélson Monte;
Médios: Tarantini, Bressan, Pedro Moreira, João Novais e Wakaso;
Avançados: Kizito, Ukra, Kayembe, Yazalde e José Pedro.

Repetir Coimbra

Do lado do Sporting, Jorge Jesus antevê um jogo difícil diante do Rio Ave, uma equipa bem treinada e perigosa em casa. Segundo o técnico leonino, a sua equipa terá de repetir a exibição diante da Académica para levar de vencida os vila-condenses. (foto: ASF)

«É um adversário tradicionalmente difícil, que se torna ainda mais complicada no seu estádio. Uma equipa bem trabalhada, com um treinador que já transmitiu aos seus jogadores as ideias. O Sporting tem que estar à altura do que esteve em Coimbra para conseguir o objetivo.».

Em relação aos compromissos das selecções, Jesus desvaloriza o desgaste físico, enfatizando antes as rotinas que se perdem na passagem do clube para a selecção.

«Os jogadores estão habituados a fazer dois ou três jogos por semana. O mais importante era eles não voltarem com lesões das seleções. Felizmente isso não aconteceu. Quando os jogadores estão nas seleções, perdem rotinas em relação às ideias da equipa onde pertencem, mas as minhas opções só têm a ver com o jogo de amanhã. Há quem consiga recuperar melhor do que outros, isso obriga-me a ter que fazer essa gestão.».

VAVEL Logo
CHAT