0-1, MIN.15, CORONA ; 0-2,MIN.61, CORONA ; 0-3, MIN.71, ABOUBAKAR ; 1-3, MIN.83, MAURIDES
Arouca 1-3 FC Porto: Jesús Corona brilha (e bisa) em vitória tranquila

Arouca 1-3 FC Porto: Jesús Corona brilha (e bisa) em vitória tranquila

Lopetegui lançou os reforços mexicanos Miguel Layún e Jesús Corona no onze portista e foi o extremo quem mais deu nas vistas: dois golos e uma mão cheia de bons pormenores na assinatura de uma estreia de sonho.

leandro-dinis
Leandro Dinis

Em partida da quarta jornada, Arouca e Futebol Clube do Porto defrontaram-se esta noite no Municipal de Arouca, com os azuis-e-brancos a não precisarem de estar ao melhor nível para bater a equipa de Lito Vidigal por 1-3. O estreante Jesús Corona (bisou na partida) e avançado Vincent Aboubakar foram os autores dos golos portistas, Maurides fez o tento de honra dos da casa.

Aposta certeira vale liderança provisória

Júlen Lopetegui não perdeu tempo e lançou de início os recém-chegados Miguel Layún e Jesús Corona na equipa portista. Aposta ganha pelo técnico espanhol já que com apenas quinze minutos de jogo o FC Porto chegava à vantagem, por intermédio de Corona. O mexicano, brilhantemente servido pelo camaronês Aboubakar, apareceu à boca da baliza e atiraou a contar, sem hipótese de defesa para o guardião brasileiro Bracalli.

Os azuis-e-brancos, sem aumentar a rotação do ritmo de jogo, conseguiam suster a posse de bola de forma tranquila. Com um meio-campo fechado entre Rúben Neves (novidade no onze do técnico basco), Imbula e André André (finalmente titular), o Arouca nunca conseguiu impôr o seu jogo. Iker Casillas não foi mais que um mero espectador durante praticamente todo o encontro. 

Foi sem surpresa que surgiu o segundo golo dos 'dragões', ao minuto 61 e novamente pelo extremo Corona, que carimbou uma estreia inolvidável. O reforço contratado ao Twente aproveitou uma defesa incompleta de Bracalli, após forte remate de André André ,e só teve que encostar, assinando, com um bis, uma exibição de sonho na sua estreia.

Outro dos destaques da equipa azul e branca foi o internacional camaronês Aboubakar. Muito bem o avançado camaronês na procura da bola e lesto desfazer-se da mesma, desempenhando um papel táctico muito importante na manobra ofensiva portista. É dele o terceiro golo dos visitantes (leva agora quatro golos na Liga) numa bela triangulação com Rúben NevesAndré André.

A equipa do Arouca (que esta época já venceu o Benfica) deu um ar da sua graça à passagem do minuto 83. Nildo atirou rasteiro, a partir da esquerda, e foi Maurides (irmão do defesa portista Maicon), que apareceu ao segundo poste, quem fez o 1-3 final.

Com este triunfo forasteiro (o primeiro na Liga 2015/2016) o FC Porto isola-se assim provisoriamente na liderança com dez pontos, esperando para ver o que faz a equipa do Sporting em Vila Conde, na partida de amanhã. Já o Arouca desce uma posição na tabela e encontra-se nesta altura no quarto lugar da classificação geral, com sete pontos.

VAVEL Logo
CHAT