Lusos dão nas vistas: José Gonçalves e Nélson Oliveira brilham na Vuelta 2015

Os dois ciclistas portugueses têm dado cartas na temível Vuelta e as suas exibições obrigam o ciclismo internacional a estar atento ao seu valor. A combatividade de José Gonçalves e o brio de Nélson Oliveira são trunfos lusos em terras espanholas, como atestam as classificações obtidas nas últimas etapas.

vavel
VAVEL
Lusos dão nas vistas: José Gonçalves e Nélson Oliveira brilham na Vuelta 2015

A prestação do contingente luso na Vuelta 2015 tem sido notabilizada pelas excelentes actuações de dois ciclistas portugueses - José Gonçalves e Nélson Oliveira. Tanto o corredor da equipa espanhol Caja Rural como o ciclista da Lampre-Merida (equipa do notável Rui Costa) têm passeado categoria pelas estradas espanholas, arrebatando classificações dignas de louvor e exibições que obrigam o ciclismo internacional a fixar os olhos na qualidade e potencial de ambos.

José Gonçalves, de 26 anos, arrancou, por entre adversários temíveis, um brilhante segundo lugar na etapa que ligou San Lorezo de El Escorial a Cercedilla, dois dias depois ter cortado a meta em terceiro lugar na jornada que ligou Roa a Riaza (18ª etapa). A essas duas classificações juntam-se dois quintos lugares (na etapa 10 e 4) e uma combatividade digna de registo, premiada com um lugar na classificação geral que não deverá ultrapassar o quadragésimo posto.

Nélson Oliveira, de 26 anos, também foi estrela lusa brilhando em solo espanhol. O ciclista da Lampre-Merida discute com os melhores do pelotão internacional um lugar entre os vinte primeiros classificados e pode gabar-se da proeza de vencer uma etapa da Vuelta (etapa 13 que ligou Calatayud a Tarazona). Esse feito é acompanhado de um meritório segundo lugar na 19ª etapa e de um oitavo lugar obtido no contra-relógio, realizado na cidade de Burgos (17ª etapa).

VAVEL Logo
CHAT