Italiano festeja em Madrid: Fabio Aru conquista a Vuelta 2015

O ciclista italiano da Astana conquistou ontem a Vuelta 2015, atingindo a primeira grande glória na sua carreira. Fabio Aru superou a concorrência de Joaquim Rodríguez, Rafal Majka e Nairo Quintana.

vavel
VAVEL
Italiano festeja em Madrid: Fabio Aru conquista a Vuelta 2015

Fabio Aru, corredor italiano da equipa cazaque Astana, festejou ontem a vitória na Vuelta 2015 - a celebração final, na chegada a Madrid, traduziu-se na primeira grande glória do ciclista de 25 anos, ultrapassada que foi a dura concorrência de Joaquim Rodríguez (Katusha Team), Rafal Majka (Tinkoff-Saxo) e Nairo Quintana (Movistar). 

Aru superiorizou-se à concorrência em Vuelta imprevisível

O ciclista da Astana tornou-se no chefe-de-fila da formação orientada por Vinokourov aquando da expulsão do compatriota Vicenzo Nibali, por sanção disciplinar, e cedo mostrou competências para figurar entre os melhores: o terceiro lugar na etapa 7 e o segundo posto na jornada 11 mostraram um Fabio Aru capaz de batalhar pela camisola vermelha.

Aru superou concorrência (Foto: Cycling Weekly)

A desistência do temível Chris Froome (vencedor do Tour de France 2015) aguçou ainda mais a motivação de Aru e restantes competidores favoritos (casos de Quintana, Majka, Purito, Alejandro Valverde e até Tom Dumoulin) e a camisola vermelha foi mudando de torso ao sabor da competitividade - Purito Rodríguez e Dumoulin ainda sentiram o prazer de vestir a tão desejada camisola, mas foi Aru, com um tempo final de 85:36:13 a conquistar o triunfo derradeiro na geral individual.

Espanhóis em destaque: Fraile e Valverde arrebataram a Montanha e os Pontos

Na segunda posição ficou o espanhol Purito, a 57 segundos do vencedor, enquanto o polaco Rafal Majka ficou a 1:09 e o colombiano Nairo Quintana a 1:42. Mais três espanhóis completaram o Top-10 da geral individual: Alejandro Valverde (Movistar) em sétimo, Mikel Nieve (Team Sky) em oitavo e Daniel Moreno (Katusha Team) em nono lugar. Omar Fraile, da Caja Rural, apoderou-se da camisola da montanha e Alejandro Valverde conquistou, por dois pontos de vantagem, a camisola verde dos pontos.

Fraile conquistou a montanha

Portugueses fizeram brilharete na Vuelta

A prestação global dos portugueses na Vuelta foi extremamente positiva e são de ressalvar os registos positivos de José Gonçalves (sexto na classificação da Montanha) e de Nélson Oliveira. O ciclista da Lampre-Merida (equipa que tem como chefe-de-fila habitual Rui Costa) conquistou uma etapa e terminou a competição no vigésimo primeiro lugar. 

VAVEL Logo
CHAT