Ligue 1: Mónaco cede empate em jogo frenético e Bernardo volta a marcar

Ligue 1: Mónaco cede empate em jogo frenético e Bernardo volta a marcar

Foram 6 os golos registados no embate deste Domingo entre o Monano e a equipa do Guigamp, Bernardo Silva voltou aos golos.

Alvaro-Varela
Varela Alvaro

Ainda sem perder fora do principado esta época, o Mónaco de Leonardo Jardim, Ricardo Carvalho, Fabio Coentrão, Bernardo Silva, Ivan Cavaleiro, Rony Lopes e Hélder Costa, deslocou-se ao campo do Guigamp, com o objectivo claro de continuar a senda das vitórias fora de casa. Do lado do Mónaco, só Ricardo Carvalho e Bernardo Silva fizeram parte do onze inicial, enquando Ivan Cavaleiro e Rony Lopes não saíram do banco de suplentes (Fábio Coentrão e Hélder Costa continuam lesionados). Do lado do Guingamp o luso-francês Laurent dos Santos voltou a ser titular do lado esquerdo da defesa.

O Mónaco, que vinha de marcar 5 golos nos últimos dois jogos, pretendia manter a veia goleadora, e corrigir o "problema" defensivo (a formação monegasca sofrera igualmente 5 golos nos ultimos dois jogos); por outro lado, o Guingamp pretendia corrigir a imagem deixada frente ao Paris Saint Germain contra quem tinha perdido por 3-0. Esperava-se um jogo competitivo, e, nesse sentido, os adeptos saíram satisfeitos, houve intensidade, golos e duas equipas que procuraram ganhar o jogo durante 90 minutos.

Começou pressionante a equipa da casa, que, com um bloco alto, dificultava a capacidade da equipa mais portuguesa de França de ter bola em sua posse - não foi por isso de estranhar que, por cedo procurar o golo, foi da equipa da casa a causar as duas primeiras oportunidades de golo. Obrigado a jogar em contra-ataque por força da entrada forte do adversário, a equipa de Leonardo Jardim aceitou o desafio e, aos 12 minutos, numa transição rápida, Dirar faz um último passe a rasgar a defesa contrária, a bola chega a Bernardo Silva que, mesmo pressionado, consegue o primeiro golo da partida e o seu segundo esta temporada. Continuou disputado o jogo, até que aos 30 minutos, Privat após a marcação de um canto consegue cabecear entre Ricardo Carvalho e Walace.

As falhas defensivas continuaram na equipa do principado, que não conseguia, definitivamente, acertar com a marcação. Aos 35 minutos contrariedade para Leonardo Jardim que ve-se obrigado a substituir Almamy Traoré lesionado, entrando para o seu lugar Adama Traoré, que, antes do intervalo, consegue num lance rápido, fazer chegar a bola a Raggi que. solto de marcação, ao segundo poste, faz o 1-2, permitindo assim à equipa ir para o intervalo em vantagem no marcador. 

Na segunda parte o Mónaco voltou decidido a aumentar a vantagem, no entanto, o Guingamp ainda não tinha desistido da partida e, aos 65 minutos, chega à igualdade, em mais um erro defensivo da equipa visitante. Após um excelente trabalho de Briand, Coco passa literalmente entre os defesas monegascos e cruza forte e rasteiro, fazendo a bola cruzar toda a área e chegar ao segundo poste, onde Benezet solto de marcação encostou de forma fácil.

Apesar dos erros defensivos, na frente o Mónaco continuava forte - Bernardo Silva e Fabinho construíram o terceiro tento para Dirar finalizar e colocar o Mónaco novamente na frente do marcador. No entanto, quando ja todos esperavam a vitoria da equipa do principado, Benezet bisa na partida, num remate forte cruzado que fez a bola entrar no ângulo superior  da baliza, sem hipóteses para Subasic. Para ser competitiva, a equipa de Leonardo Jardim precisa de melhorar urgentemente o aspecto defensivo. O resulta aceita-se e ambos os técnicos estiveram de acordo.

VAVEL Logo
CHAT