Marco Silva fez História nos Emirates e já deixa marca no Olympiakos

O clube de Pireu visitou o Emirates Stadium na segunda jornada da UEFA Liga dos Campeões e de lá saiu com um triunfo histórico, já que os comandados de Marco Silva tornaram-se na primeiro equipa grega a trazer de Inglaterra uma vitória. Pardo esteve em evidência.

vavel
VAVEL
Marco Silva fez História nos Emirates e já deixa marca no Olympiakos

Marco Silva já deixa marcas históricas no clube de Pireu que tão cedo não serão apagadas da memória dos adeptos do Olympiakos...e não só. O jovem treinador, que no Verão foi despedido pelo Sporting, leva cinco vitórias consecutivas no campeonato helénico mas não é a senda interna vitoriosa que o deixará, para já, na História do clube. É, sim, o célebre triunfo forasteiro obtido na segunda jornada da fase de grupos da UEFA Liga dos Campeões.

Isto porque os comandados de Marco Silva tornaram-se no primeiro contingente de um clube grego a vencer um adversário inglês em solo de Sua Majestade no âmbito competitivo da Liga dos Campeões. O triunfo de 2-3 no Emirates Stadium, frente ao poderoso Arsenal de Arsène Wenger, ficará gravado na memória do clube de Atenas - à décima quarta tentativa foi de vez, o tal feito teve o dedo do talentoso técnico que se evidenciou no Estoril.

Além desse registo para a posteridade, o Olympiakos quebrou outra tradição que o passar do tempo já consagrara como norma: marcar três golos em solo inglês, algo que não acontecia desde o distante ano de 1972. Os tentos de Felipe Pardo (emprestado pelo SC Braga), o auto-golo infeliz de David Ospina e o golo decisivo de Alfred Finnbogason permitiram ao Olympiakos sonhar com o apuramento para os oitavos-de-final, num grupo mortífero que contém ainda o colosso bávaro Bayern Munique (que bateu a turma helénica na abertura da fase de grupos).

VAVEL Logo