0-1, MIN. 5, NANI; 1-1, MIN. 65, TOSIC; 1-2, MIN. 78, MOUTINHO
Sete seguidas para Portugal: Na Sérvia, Moutinho volta a espalhar magia

Sete seguidas para Portugal: Na Sérvia, Moutinho volta a espalhar magia

Portugal atingiu a sua sétima vitória na fase de apuramento para o Europeu 2016, a ser realizado em França, feito histórico liderado pelo timoneiro Fernando Santos - frente à Sérvia, no FK Partizan, um remate em arco de João Moutinho decidiu a partida e catapultou Portugal para o Euro do próximo ano.

vavel
VAVEL

Portugal atingiu a sua sétima vitória na fase de apuramento para o Europeu 2016, a ser realizado em França, feito histórico liderado pelo timoneiro Fernando Santos - frente à Sérvia, no FK Partizan, um remate em arco de João Moutinho decidiu a partida e catapultou Portugal para o Euro do próximo ano. 

O jogo adivinhava-se difícil, mas, Portugal, que apenas precisava de um ponto para carimbar a ida ao Euro, entrava em campo com a motivação necessária contra uma equipa da Sérvia já arredada de qualquer decisão competitiva. E foi Portugal a celebrar primeiro: Danny furou pelo centro, rematou para a defesa de Stojkovic e viu, depois, Nani, empurrar para as desertas redes da Sérvia.

Aos cinco minutos já Portugal vencia, encaminhando-se para a sétima vitória consecutiva (quebrando o recorde de Luiz Felipe Scolari) e antevendo as celebrações da confirmação da presença em França. Mas na segunda parte, num momento de menor concentração, a selecção das quinas sofreu o empate, por intermédio de Zoran Tosic, aos 65 minutos de jogo. Remate indefensável após assistência rasteira vinda do flanco esquerdo.

Mas o herói português viria a ser o mesmo da partida ante a Dinamarca: entrando aos 70 minutos, o médio João Moutinho resolveu a contenda apenas oito minutos depois de pisar o relvado. Com um remate em arco (após recuperação de bola de Eliseu), o centrocampista garantiu o triunfo e comprovou que vive um dos melhores momentos na selecção nacional e que é, indubitavelmente, o maestro táctico do colectivo luso.

O jogo foi de festa também para o jovem lateral do Benfica, Nélson Semedo, que se estreou pela selecção principal de Portugal, tendo assim o prémio que recompensa e reconhece a qualidade imposta pelo defesa de 21 anos neste arranque de temporada. Na súmula de todos os festejos, Portugal segura com tranquilidade o primeiro lugar do grupo I (21 pontos) e dispensa «play-offs», que têm vindo a ser hábito nos últimos anos.

VAVEL Logo
CHAT