Ao ritmo do samba de Neymar, Barcelona fustiga Rayo Vallecano

O Barcelona voltou às vitórias na Liga BBVA, caçando com Neymar na ausência de Messi. O brasileiro sambou até executar um «poker» de golos e foi fundamental na vitória caseira por 5-2.

vavel
VAVEL
Ao ritmo do samba de Neymar, Barcelona fustiga Rayo Vallecano

No passado Sábado, o Barcelona voltou às vitórias no campeonato espanhol, depois de uma clara descida de rendimento à qual não será alheia as ausências do maestro espanhol Andrés Iniesta e do mágico argentino Lionel Messi. Frente ao Rayo Vallecano, foi o samba de Neymar a embalar os catalães, a fazer as delícias dos adeptos neutrais e contribuir para a vitória caseira por 5-2, com quatro golos. 

Depois de ter entrado com o pé errado no mês de Outubro (perdendo 2-1 contra o Sevilha) e de ver o mês de Setembro manchado (sofrendo 4-1 nos Balaídos, contra o Celta de Vigo), o Barcelona voltou às boas exibições e aos golos em catadupa: caçando sem Messi, a equipa de Luis Enrique teve em Neymar o protagonista mais carismático - o brasileiro respondeu ao golo de Javi Guerra (15 minutos) aos 22 minutos e, aos 32, voltaria, com nova grande penalidade, a festejar.

Na segunda parte, o Barcelona, impulsionado por um caudal ofensivo que diminuiu o Rayo e o empurrou para dentro da sua área, chegou ao terceiro e quarto golo, novamente pela batuta de Neymar, que esteve imparável (sofreu, após fintas deliciosas, os penalties que cobrou exemplarmente). Na recarga, após remate de Luis Suárez e defesa de Toño Rodríguez, Neymar fez o «hat-trick» (aos 69) e, a passe do uruguaio, efectuou o «poker» de golos.

Luis Suárez, que assinou uma excelente exibição, festejaria o merecido golo aos 77 minutos. O Rayo Vallecano reduziria para 5-2 por intermédio de Jozabed Ruíz, aos 86 minutos.A equipa orientada por Paco Jémez alinhou com dois portugueses no onze titular: o central Zé Castro e o extremo emprestado pelo Benfica, Bebé. Neymar subiu ao primeiro lugar da lista dos artilheiros, com 8 golos (contra 6 de Cristiano Ronaldo) e o Barcelona segue com 18 pontos, os mesmos que o rival Real Madrid e o Celta de Vigo (que ganhou 1-2 no reduto do Villarreal).

VAVEL Logo
CHAT