Galatasaray x Benfica: Águia de olhos nos 'oitavos' na semana da caça ao leão

Galatasaray x Benfica: Águia de olhos nos 'oitavos' na semana da caça ao leão

O Benfica luta hoje, no Turk Telekom Arena, pela terceira vitória na Liga dos Campeões 2015/2016 e pela consequente qualificação para os oitavos de final da mais prestigiada competição de clubes da Europa.

ricardo-cruz
Ricardo Cruz

Uma vitória em Istambul constitui o passaporte para os oitavos de final. Para objectivar esse sonho, o técnico Rui Vitória considera apostar no mesmo onze que derrotou o Atlético de Madrid. Aliás, no mesmo onze à excepção de Nélson Semedo que é baixa de peso. O jovem lateral que estava a dar nas vistas e a encantar os adeptos encarnados foi operado ao joelho e só deverá voltar à competição em 2016. Sílvio, que foi aposta de Rui Vitória, no último jogo a contar para a Taça de Portugal, deverá ser a opção para a lateral direita.

Também existe a possibilidade de André Almeida ocupar o lugar de defesa direito, entrando Fejsa para o lugar de Samaris e o grego recuando para a posição seis que tem sido ocupada por André Almeida. Garantidos no onze inicial estão Jonas, Gaitán, Gonçalo Guedes e muito provavelmente Raúl Jiménez. O avançado mexicano permite maior mobilidade ofensiva à equipa abrindo por várias vezes fendas na defesa adversária. 

Do outo lado, estará a equipa orientada por Hamza Hamzaoğlu. O grego deverá iniciar o encontro num sistema tático muito próximo do 4x2x3x1. Muslera será o guardião da equipa turca. Chedju e Balta no corredor central, Sabri na direita e Carole na esquerda deverão constituir o quarteto defensivo. Selçuk e Bilal ocuparão a zona mais recuada do meio-campo com Podolski, Sneijder e Yasin na frente deles. Umut, solitário na frente, deverá ser o ponto de referência do ataque. 

Não são esperados muitos adeptos encarnados no desafio de logo à noite, fruto dos incidentes da última jornada em Madrid. Os desacatos provocados por alguns dos adeptos benfiquistas valeram uma multa de 20 mil euros ao Benfica mais um jogo à porta fechada com pena suspensa durante dois anos. 

O fervor dos adeptos turcos é bem conhecido por toda a Europa. Hoje, os meninos do professor Rui Vitória, vão enfrentar um ambiente infernal, frente a uma equipa que considera este jogo decisivo. Samaris e Jardel são os dois jogadores do plantel benfiquista em perigo de exclusão para o encontro de Lisboa, com os campeões turcos. Caso vejam hoje o terceiro cartão amarelo na prova, não serão opção para o próximo confronto da Liga dos Campeões.

Hoje poderá ser um dia histórico para os bicampeões nacionais. Os encarnados nunca venceram na Turquia, nunca conseguiram três vitórias consecutivas na fase de grupos da Champions e o apuramento ficará quase garantido caso tragam para Lisboa os três pontos. 

A semana da caça ao leão

Sem pensar no "derby". O treinador do Benfica garantiu que a equipa está totalmente focada no encontro de logo à noite. Para o técnico, o derby frente ao Sporting, são outras contas, outras emoções e outros objetivos. Ontem, na conferência de imprensa, Rui Vitória evitou falar do jogo frente ao Sporting. «Conheço o futebol e os meus jogadores, e para eles o próximo jogo será sempre o mais importante. Temos o foco total no encontro com o Galatasaray. Não há outra forma de estar.», salientou o técnico encarnado. «Podem perguntar a qualquer jogador da minha equipa se alguma vez foi abordado algum jogo que não tenha sido este do Galatasaray. E quem pensar de forma diferente, dificilmente poderá ser jogador do Benfica e corresponder ao que queremos.», clarificou Rui Vitória, sempre na presença do Leão de Istambul, que é o símbolo máximo da equipa das margens do Bósforo. 

Hamza Hamzaoğlu - "Favoritos somos nós"

O treinador dos turcos transpira confiança. Motivado pela última vitória na liga turca, por 4-1, frente ao Gençlerbirliği, Hamza Hamzaoğlu sente que a sua equipa possui argumentos suficientes para derrotar o Benfica no embate de logo à noite. «Olhando para a classificação, todos diriam que é o Benfica, mas os favoritos somos nós. A verdade é que temos feito boas exibições nos últimos jogos e isso pode ter influência na Liga dos Campeões. Queremos ganhar todos os jogos.», afirmou o técnico, de 45 anos, que em Dezembro de 2014 sucedeu a Cesare Prandelli no comando do Galatasaray. Hamza Hamzaoğlu deixou claro que sabe quais os jogadores mais perigosos dos encarnados. «Gaitán é importante, mas também têm Jonas. É uma equipa que vale pelo todo e temos de ter cuidado.  Temos visto vários videos e, em campo, estarão duas equipas muito semelhantes na forma de jogar», atestou.  

Hamza Hamzaoğlu confiante na vitória frente ao Benfica.
VAVEL Logo
CHAT