0-1, MIN.3, JONAS; 0-2, MIN.11, BERGER (P.B); 0-3, MIN.42, GONÇALO GUEDES; 0-4, MIN.82, CARCELA
Tondela foi presa fácil: Benfica volta às goleadas depois da comoção
Foto: SL Benfica/Facebook Benfica

Tondela foi presa fácil: Benfica volta às goleadas depois da comoção

Depois da comoção vivida na Luz, no seguimento da derrota imposta pelo Sporting, o Benfica voltou hoje às vitórias, batendo com facilidade o Tondela por 0-4 em Aveiro. Clésio fez a sua estreia, assim como Renato Sanches. Mehdi Carcela marcou o primeiro golo na Liga com a camisola dos encarnados.

vavel
VAVEL

Depois da grande tempestade e da comoção, um pedaço de bonança: esta noite, o Benfica deslocou-se ao maldito reduto de Aveiro (para os encarnados, bem entendido) onde haviam perdido com o Arouca, e bateu o frágil Tondela por 0-4, voltando aos triunfos depois do embaraço criado, na Luz, pelo Sporting, na semana passada. Ao terceiro jogo fora na Liga, o Benfica venceu pela primeira vez, com duas estreias para adepto celebrar.

Vitória lançou Clésio a lateral, recuperou Talisca e relegou Eliseu e Almeida

Rui Vitória lançou o jovem moçambicano Clésio Baúque, de 21 anos, colocando-o na faixa direita da defesa encarnada, premiando o progresso do jogador com a sua estreia no onze titular do Benfica. Sílvio, que contra o Sporting actuou no lado dextro, posicionou-se na canhota, deixando Eliseu de fora. André Almeida foi outro dos relegados, deixando o seu lugar para Talisca, que regressou às fileiras titulares.

No ataque, a reentrada do grego Mitroglou no corpo de choque ofensivo das águias foi abortada devido a lesão, mantendo o mexicano Raúl Jiménez a titularidade ganha na partida contra os Leões. Sob alta pressão, obrigado a vencer para não perder o comboio do título, o Benfica entrou a ganhar perante um Tondela também ele sedento de pontos e à procura da segunda vitória da temporada. Logo aos 4 minutos, Jonas, de cabeça, bateu Matt Jones após centro de Gaitán.

Benfica entrou a ganhar, Tondela ajudou

Se a eficácia encarnada fez dano madrugador na equipa de Rui Bento, a aselhice defensiva do Tondela acentuou ainda mais o desnível entre as duas equipas: o central Berger, após cruzamento inócuo de Jonas, fez um corte defeituoso que introduziu a bola nas próprias redes.Depois, o azar bateu à porta do Tondela: Matt Jones lesionou ao bater um pontapé de baliza e forçou a entrada de Cláudio Ramos. Mas a primeira parte viria ainda a castigar a formação recém-promovida.

Jonas descobriu Gonçalo Guedes, gizando um passe em profundidade que deixou o veloz extremo na cara de Ramos - Guedes ultrapassou o guarda-redes e, com frieza, rematou para o fundo das redes do Tondela. Aos 42 minutos de jogo, o Benfica matava o jogo. Num ritmo calmo, o Benfica geriu as incidências da partida na segunda parte, voltando a festejar aos 82 minutos, quando Mehdi Carcela rematou à entrada da área e sentenciou a goleada, doze minutos após ter entrado em campo.

Além de Clésio, também Renato Sanches se estreou

Para a história do jogo fica, não só a goleada que se afigura um passo, ainda que ténue, na recuperação da comoção causada pelo Sporting na Luz, mas também a estreia azarada de Clésio Baúque - que saiu lesionado aos 63 minutos - e o debute do jovem médio Renato Sanches, que pisou o relvado de Aveiro aos 75 minutos, substituindo Jonas. O Benfica soma agora 15 pontos enquanto o Tondela permanece no fundo da tabela, com 5 pontos apenas.

VAVEL Logo
CHAT