Slimani resolve aos 90 minutos: Sporting sofre para vencer Arouca

Após o desaire europeu frente ao Skenderbeu, o Sporting deslocou-se a Arouca e venceu por 0-1 num jogo que só ficou resolvido ao minuto 90. A equipa de Alvalade mantém, assim, o 1º lugar na Liga Portuguesa.

joaoratinho
João Ratinho
Slimani resolve aos 90 minutos: Sporting sofre para vencer Arouca
AroucaBRACALLI, LUCAS LIMA JOSÉ VELÁZQUEZ, HUGO BASTO, TOMÁS DABO, NUNO COELHO, NUNO VALENTE, ARTUR MOREIRA (ADILSON '59), ZEQUINHA (NILDO '45), IVO RODRIGUES (MAURIDES 90+2'), ROBERTO
SportingRUI PATRÍCIO, JOÃO PEREIRA, NALDO, PAULO OLIVEIRA, JEFFERSON (ESGAIO '45), WILLIAM CARVALHO, ADRIEN SILVA (GELSON MARTINS '66), JOÃO MÁRIO, BRYAN RUIZ, TEO GUTIÉRREZ (MONTERO '58), SLIMANI
Placar0-1, MIN.90, SLIMANI
ÁRBITROCOSME MACHADO (BRAGA); DISCIPLINA: PAULO OLIVEIRA (MIN.42); TOMÁS DABO (MIN.86); NALDO (MIN.88 EXPULSO); HUGO BASTO (MIN. 90+4)
INCIDENCIASLIGA NOS, 10ª JORNADA, ESTÁDIO MUNICIPAL DE AROUCA

Na 10ª jornada da Liga Portuguesa, o Arouca recebeu em casa o Sporting. Relativamente ao último jogo das duas equipas, Lito Vidigal fez apenas 1 alteração, fazendo entrar no onze inicial Roberto deixando Maurides no banco de suplentes. Já Jorge Jesus realizou 9 alterações em relação ao jogo frente ao Skenderbeu, ficando no onze apenas o guarda-redes Rui Patrício e Adrien Silva.

Na antevisão ao jogo, os dois treinadores mostraram-se muito cautelosos. Lito Vidigal elogiou o coletivo do Sporting, bem como a qualidade do seu treinador, afirmando que o único aspeto onde se podem comparar à equipa do Arouca é na ambição. Do outro lado, Jorge Jesus afirmou que o Sporting teve pouco tempo de descanso face ao jogo da Liga Europa da passada quinta-feira e que o Arouca é das equipas que menos golos sofre, só tendo perdido frente ao FC Porto.

Uma primeira parte desprovida de criatividade

A primeira parte foi controlada pelo Sporting. A equipa de Jorge Jesus teve muita posse de bola e conseguia construir jogo facilmente – sem grande oposição do Arouca – desde detrás, mas sem conseguirem que a bola chegasse a Slimani. O Arouca apenas ia aproveitando alguns ressaltos ou passes falhados do Sporting. Assim, nenhuma das duas equipas conseguiu construir jogadas de perigo iminente nem causar ocasiões flagrantes de golo. Apenas destaque para um remate de Hugo Basto ao minuto 26 e para o cabeceamento de Paulo Oliveira após um livre marcado por João Mário, a fechar a 1ª parte.

Uma segunda parte mais aliciante

O recomeço da partida trouxe duas equipas mais soltas relativamente à 1ª parte. No entanto, com a superioridade cada vez mais evidente dos ‘leões’, o Arouca começou a jogar com as linhas muito descidas, deixando o Sporting com dificuldades em penetrar na defesa da equipa da casa. A entrada de Gelson Martins foi então fundamental, trazendo largura ao jogo e mais jogadas pelas faixas laterais. Assim, o Sporting começou a criar mais perigo junto da baliza defendida por Bracali. Destaque, nesta altura, para a organização defensiva do Arouca.

Ao minuto 88, o central leonino Naldo (que aos 85 derrubara é expulso após um empurrão ao treinador do Arouca, Lito Vidigal, que tinha entrado dentro do campo a reclamar de uma falta de um jogador do Sporting, acabando igualmente expulso. E a jogar com 10 elementos, o Sporting chegou ao golo ao minuto 90. Bryan Ruiz  faz um passe para a desmarcação de Fredy Montero que remata contra Hugo Basto, sobrando para Slimani que só teve de encostar para a baliza.

Neca triste com derrota ao minuto 90

Com a expulsão de Lito Vidigal, foi o técnico adjunto Neca que abordou a partida, referindo que «o golo surge quando já ninguém pensava que pudesse surgir, numa altura em que havia tensão fora e dentro do campo. Essa tensão levou à nossa desconcentração». Neca deu, em seguida, os parabéns à sua equipa mas sabe que «sofrer aos 90 minutos deixa a equipa triste».

Do lado do Sporting, Jorge Jesus abordou a questão da expulsão de Naldo afirmando que  «havia um elemento estranho dentro do campo e o meu jogador é que foi expulso. Isso não existe”. Relativamente ao jogo, o técnico leonino relembrou que o Arouca «é uma equipa bem organizada defensivamente” mas que os jogadores do Sporting nunca deixaram de acreditar que a vitória era possível, pois são “jogadores com muita raça». Por fim, deu os parabéns à equipa e também aos adeptos. Desta forma, o Sporting mantém-se líder do campeonato, com 26 pontos. Seguem-se o FC Porto com 21 pontos e o SL Benfica com 18, mas ambos com menos 1 jogo.

VAVEL Logo