Sporting x Benfica naTaça de Portugal: Em casa, o Rei Leão domina a Águia

Sporting x Benfica naTaça de Portugal: Em casa, o Rei Leão domina a Águia

Com 73 anos de tradição de embates em Alvalade entre Sporting e Benfica para a Taça de Portugal, relevo para a esmagadora vantagem leonina diante os encarnados. Acompanhe a ida ao passado na Vavel Portugal com  duelos verdadeiramente  apaixonastes entre os rivais lisboetas  no reduto sportinguista.

francisco-dias
Francisco Dias

Em Alvalade, leões e águias registam catorze embates para a Taça de Portugal e em doze deles a sorte sorriu aos verde e brancos. O Benfica, por sua vez, leva já 52 anos de jejum sem vencer  no reduto do eterno rival, somando apenas 2 triunfos na prova rainha do futebol português no estádio do opositor.

Taça na História do 'derby': Leão ruge em Alvalade sem o voo da águia

Em antevisão ao encontro do próximo Sábado entre Sporting Clube de Portugal e Sport Lisboa e Benfica, nota de destaque para os lances e golos que ficaram célebres no passado da grande festa da Taça de Portugal, nos encontros entre os míticos rivais da segunda circular a jogar em Alvalade.

Em 73 anos de emoções fortes entre Sporting e Benfica para a Taça de Portugal no reduto verde e branco, registo até agora para 14 duelos com 12 vitórias para os de Alvalade e somente 2 triunfos para os encarnados. Estes contornos estatísticos prometem ser um factor importante na abordagem à partida de Sábado, na medida em que, por um lado, o Sporting quererá  lutar  pela defesa de uma história favorável e, por outro, o  Benfica pretenderá  contrariar o pesadelo forasteiro que dura há já meio século.

A 28 de Junho de 1942, o reduto leonino foi o palco do primeiro embate entre os rivais na disputa pela passagem às meias-finais da Taça de Portugal. O jogo foi metricamente dominado pelos felinos, que esmagaram as águias por 4 bolas a 0. Os homens golo foram João Cruz, Manuel Soeiro, Pedro Pireza e ainda uma das figuras mais marcantes da história do clube verde e branco, o letal Fernando Peyroteo. A título de curiosidade, nesta equipa jogava Virgolino Jesus, pai do actual técnico leonino.

Taça: Peyroteo marcou ao Benfica no 4-0 de 1942

Apenas 3 anos depois do primeiro jogo,  17 de Junho de 1945 foi a data de uma das duas vitórias encarnadas no reduto sportinguista para as meias-finais da Taça de Portugal. As águias deslocaram-se à jaula do leão e dominaram o rival felino por 1-2. Para os benfiquistas os heróis foram Joaquim Alcobia e Julinho, acabando por se revelar inútil o tiro certeiro de Jesus Correia para os da casa.

Desde então, os benfiquistas apenas voltariam a triunfar em Alvalade a 16 de Junho de 1963, em jogo a contar para as meias-finais da prova rainha. A geração encarnada era de ouro e a gloriosa formação vermelha e branca bateu o eterno rival por 0-1, valendo o tento decisivo de José Águas a garantir a vitória que desde então não mais se repetiu em partidas no reduto leonino em duelos da Taça.

Abril de 2008: derby impróprio para cardíacos em Alvalade

Na memória de todos está o impróprio para cardíacos Sporting x Benfica do dia 16 de Abril de 2008, que ficou para a posteridade como o Derby da Taça com a maior chuva de golos da história. O futebol praticado foi de altíssima qualidade e a táctica ofensiva dos dois colectivos resultou num impressionante 5-3 a favor dos leões. Neste extraordinário espetáculo a vitória  do Sporting foi o menos relevante quando em análise passa para primeiro plano a emoção e a paixão que só a Taça de Portugal tem. A avalanche goleadora começou para o lado encarnado e ao intervalo Alvalade ficou silenciado pelos golos dos míticos Rui Costa e Nuno Gomes.

A verdade é que quando se esperava que os encarnados ampliassem o score eis se não quando se assistiu a uma reviravolta verdadeiramente incrível. No segundo tempo, Yannick e Liedson levaram as águias ao desespero com o empate mas foi Derlei a deixar os encarnados boquiabertos com a reviravolta para 3-2. A alma benfiquista não baixou os braços e Cristian Rodriguez assinou o golo da noite com um tiro fulminante que restabeleceu a igualdade em 3-3. A emoção não ficou por ali e Vuckcevic e Yannick, mais uma vez, voltaram a colocar os de Alvalade no caminho do Jamor. O 5-3 carimbado levou os sportinguistas à final onde viria a derrotar o Porto por 2-0.

Os embates da Taça em Alvalade dão vantagem ao Sporting mas o rival Benfica tem total ambição em contrariar a tendência leonina. Resta saber se será Slimani ou Jonas a escrever mais uma página gloriosa naquele que será o 15º duelo destas míticas equipas na Taça de Portugal no Estádio de Alvalade.

VAVEL Logo
CHAT